Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Perigo’

Colorado e Washington são os primeiros Estados americanos a legalizar o uso recreativo da maconha.

***

Os resultados colocam os dois Estados em choque direto com o governo federal, que continuará considerando a droga de alto risco e sem teor medicinal. O Departamento de Justiça afirmou que sua política não mudará.

No Colorado, com mais de 50% das urnas apuradas, 52,7% dos votos foram a favor da medida. Já em Washington, onde a campanha do sim arrecadou o equivalente a R$ 12 milhões, passou com 55% dos votos. Em Oregon, um referendo similar não foi aprovado pela população.

Em ambas regiões, a posse de até 28 gramas de maconha será legalizada para maiores de 21 anos. Também serão permitidas a venda e taxação da droga em lojas licenciadas pelos Estados, num sistema parecido com controle de bebidas alcoólicas.

(Leia muito mais: Folha de S.Paulo – 07/11/2012)

*

Alguns dos problemas de saúde associados com o uso de maconha são:

Psicoses (como esquizofrenia);
Surto psicótico;
Problemas de memória;
Problemas de aprendizado;
Xerostomia, Sonolência e problemas na coordenação motora
(Durante e por algumas horas após o uso).

Ansiedade, depressão maior, distimia, apatia;
Síndrome amotivacional (problemas de atenção e motivação)
e queda em 50-60% dos níveis de testosterona.

Câncer de pulmão;
Câncer de laringe;
Carcinoma espinocelular bucal (versão agressiva do câncer de boca, comum em fumantes);
Câncer de testículo (mais comum entre os 12 e os 34 anos).

Disfunção sexual (quatro vezes mais chance de ejaculação precoce ou anorgasmia);
Alguns dos problemas estão especificamente associados com a ingestão de fumaça, podendo também estar associados ao tabaco utilizado junto com a maconha em baseados:

Bronquite e tosse seca prolongada;
Náusea e vômito;
Taquicardia e Ataque cardíaco;
Acidente vascular cerebral.

(Leia muito mais na http://pt.wikipedia.org/wiki/Efeitos_da_maconha_%C3%A0_sa%C3%BAde)

***

MAIS, SOBRE:

Durante a síndrome de abstinência os sintomas mais comuns são:

Apatia;
Irritabilidade;
Problemas de sono;
Sudorese;
Náuseas;
Vômitos.

As folhas, por sua plantação geralmente sendo feita sem regulamentos e higiene adequada, frequentemente estão contaminadas por fungos, bactérias e vírus alguns deles causando sérias infecções em seres humanos. Dentre as doenças causadas pelo consumo de folhas contaminadas estão:

Salmonela;
Pneumonia;
Reação alérgicas;
Histoplasmose e outras Infecções fúngicas;
Diversos desses agentes infecciosos não são destruídos ao se fumar, sendo possível que a fumaça cause contaminações pulmonares.

Um estudo publicado em 2010 no periódico Archives of General Psychiatry associa o consumo de maconha à psicose. Constatou-se que, entre jovens que fumam maconha há seis anos ou mais, o risco de alucinação ou delírios pode chegar a ser o dobro do verificado entre as pessoas que nunca consumiram a droga.

****

Read Full Post »