Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ilustrações’

Fotografia Por Anton Jankovoy 

“A palavra “impossível” não está em meu dicionário”

Napoleão Bonaparte

*

(Arquitêta – Face)

*

(Suculentas)

Read Full Post »

*

*

Read Full Post »

(Salve o Planeta – Face)

*

Estive lá em setembro passado!

Minha Amiga LÚCIA me levou! rsrs

Foi um presente!

*

A rua mais bonita do mundo: 

Rua Gonçalo de Carvalho ganhou fama internacional pela internet.

Após ser tema de publicações em dois blogs relacionados às árvores, ela ficou conhecida como a “rua mais bonita do mundo” e agora

é ponto turístico para aqueles que visitam Porto Alegre.

*

Haahahaha!!!

Dá até prá pensar que “é o fim do mundo e que ele se acabará em fogo!”

como ouvimos há tanto tempo!

Será???

Hahaha!

Claro que não!

O que está havendo é uma mudança de CONSCIÊNCIA…

A Terra está dando mesmo uma guinada!

Claro que tem de haver alterações climáticas, tufões, etc…

Mas… vamos com calma! Fé em Deus e pé na tábua! Não somos covardes! Acredito em Reencarnação e, se assim for de fato,

já nascemos e morremos “n” vezes. Medo de que???

Hahaha!

*

Read Full Post »

*

Read Full Post »

*

“Alguém te feriu? Te magoou?
Você está se sentindo sem chão?
Normal….todos os grandes mestres já se sentiram assim um dia…
Silencie! Pare! Dê um tempo!
Um tempo prá você… e pro outro.

Nesse silêncio interior você encontra a paz e todas 
as respostas!
Tua verdade, não necessariamente será a verdade do outro!
Seu silêncio..te trará luz…
Luz que sempre será contigo!
Você é filho do Universo. Você pode!”
*
(Autor Desconhecido)

Read Full Post »

“Os Espíritos que perturbam a nossa relativa felicidade, erroneamente chamados de obsessores,

a fim de nos ver nivelados ao seu estado de inferioridade moral, agem movidos pela inveja.”

A saída que o Espiritismo propõe é a educação. Nesse sentido, podemos afirmar que, ao contrário dos filósofos clássicos,

a virtude pode ser ensinada, não no sentido tecnológico, formal,

mas como um conjunto de caracteres passíveis de serem moralmente formatados.

Eugenio Lara

Read Full Post »

“Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica. Dá sempre pra tirar um coelho da cartola.

E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, tentar acertar os passos.

Sem me preocupar se a próxima etapa será o tombo ou o vôo…”

(Caio F. Abreu – Coisas que eu sei – Face)

Read Full Post »

O Partido Socialismo e Liberdade apresentou candidatura própria à prefeitura municipal de Campinas por representar um projeto distinto dos demais, voltado para uma cidade efetivamente justa e sustentável e por uma nova política.
Durante a campanha, nosso candidato Arlei Medeiros também expressou a importância de haver segundo turno. Principalmente, porque após a crise política vivida por Campinas a população não poderia dar um cheque em branco a nenhum candidato e, num segundo turno, ficariam mais claros os compromissos de cada um. Essa foi a decisão da população nas urnas, e agora estamos diante de duas candidaturas que representam projetos dos quais o PSOL diverge.
O projeto de Jonas Donizette é o de defesa de interesses privados em detrimento do interesse público. É o da privatização das estradas, da saúde, e o de desrespeito dos direitos humanos. Projeto implementado pelo PSDB há mais de duas décadas e que vem destruindo direitos do povo no Estado de São Paulo e, portanto, é incapaz de assumir compromissos em favor da população de Campinas.
Por outro lado, a candidatura de Márcio Pochmann representa o projeto do PT com o qual o PSOL tem diferenças indissolúveis pelos rumos tomados pelo partido e por políticas implementadas por seus governos que cada vez se aproximam mais do projeto do PSDB, além de um balanço bastante crítico do papel que este partido cumpriu nos últimos 12 anos em nossa cidade. No entanto, a candidatura de Márcio ainda é vista como “um mal menor” e, pelas origens populares do PT nos dirigimos a este partido para apresentar compromissos que o PSOL considera fundamentais e inegociáveis:
– Lutar contra o pedágio urbano
– Aumentar significativamente o investimento na saúde, com a defesa do SUS 100% público e estatal, a imediata municipalização do Hospital Ouro Verde e implementação da jornada de 30 horas.
– Valorização do serviço público, com abertura de concursos em contraposição às terceirizações e privatizações.
– Defesa da educação pública, com creche em período integral para todos e cumprimento da Lei 11.738/2008 (referente à jornada dos profissionais da educação) e implantação dos preceitos do PL 597/2007, de autoria do De. Fed. Ivan Valente (referente ao número máximo de alunos por professor no ensino fundamental).
– Respeito ao direito de greve do funcionalismo, com compromisso de não haver corte de ponto.
– Enfrentar a situação do lixo, defendendo uma empresa estatal pública.
– Auditoria da dívida e redução dos cargos comissionados
Portanto, o PSOL decide por NENHUM VOTO EM JONAS e apresenta esses pontos para que a candidatura de Márcio Pochmann se manifeste sobre eles.
Ressaltamos que o PSOL não fará parte do próximo governo e não reivindica nenhum cargo na futura administração. Também reafirmamos que atuaremos na Câmara como oposição de esquerda, mantendo a defesa do programa que apresentamos à população durante as eleições e manteremos uma postura autônoma e independente em relação ao Executivo, a exemplo da atuação de nossa bancada parlamentar no Congresso Nacional.
EXECUTIVA MUNICIPAL DO PSOL – 10 de outubro de 2012

Read Full Post »

A vida está reduzida a isso.

(Evolução Racional – Face)

*

*

*

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »