Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 9 de dezembro de 2019

Read Full Post »

Tempo de AMOR…

Read Full Post »

Danza Azteca

MAYAS

Read Full Post »

Aves feitas de papel
Aves feitas de papel
Aves feitas de papel
Aves feitas de papel
MAIS: https://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=15046

Read Full Post »

Read Full Post »

ISSO É BRASIL!!!

Resultado de imagem para Sérgio Camargo
Sérgio Camargo, um brasileiro honesto!
Você sabe qual é a diferença entre o Cânhamo e a Maconha?
É fácil se confundir quando se trata de distinguir o cânhamo da maconha. Muitas vezes estes termos são usados erroneamente de forma intercambiável, apesar de existir diferenças claras entre as duas plantas. Primeiramente, é importante entender que o cânhamo e a maconha são plantas da mesma espécie, a Cannabis sativa. No entanto, ambas são geneticamente distintas e geralmente utilizadas para finalidades diferentes.

O que é o cânhamo?
O cânhamo é uma planta de Cannabis cultivada por suas sementes, fibras e caule. As sementes são usadas na produção de alimentos, suplementos nutricionais, medicamentos e cosméticos. O caule e suas fibras são usadas na produção de papel, tecidos, cordas, compostos plásticos e materiais de construção.
Colheita de cânhamo
O cânhamo se desenvolve bem in natura, tipicamente cultivado ao ar livre, onde plantas machos e fêmeas são semeadas lado a lado para encorajar sua polinização pelo vento. A planta cresce vigorosamente, chegando a uma altura de 2 a 4 metros.
Para uma planta de Cannabis ser considerada cânhamo, ela deve conter no máximo 0,3% de tetrahidrocanabinol (THC), o princípio ativo que causa efeitos psicoativos. Este nível de THC é 33 vezes mais baixo do que o encontrado na maconha menos potente. Desta forma, é impossível um usuário sentir efeitos psicotrópicos com o cânhamo, que naturalmente tem um teor mais alto de canabidiol (CBD), um dos mais de 120 canabinoides até então identificados na Cannabis.

O que é a maconha?
A maconha é a Cannabis cultivada principalmente por suas propriedades psicoativas que causam o barato associado à planta. O caule e as fibras não são utilizados, mas suas flores, a parte da planta que apresenta níveis bastante elevados de THC.
Plantação de maconha em estufa
Para maximizar estes níveis de THC na maconha, ela é comumente cultivada em um ambiente fechado para que as condições como luz, temperatura e umidade possam ser controladas de perto. Todas as plantas macho são removidas do recinto para evitar que as fêmeas sejam fertilizadas, o que faz com que a energia da planta seja direcionada à produção de sementes, diminuindo a concentração de THC das flores. Diferente do cânhamo, que se desenvolve como uma planta esguia e com poucas ramificações laterais, a maconha tem baixa estatura, é mais cerrada e apresenta muitas flores.
Através de reprodução selecionada, variedades de maconha podem apresentar concentrações de THC entre 10 e 30%. A planta naturalmente tem um teor muito baixo de CBD, e sua posse, seja para uso recreativo ou medicinal é ilegal no Brasil.
O Real Scientific Hemp Oil™ possui alto teor de CBD
O RSHO™ é um óleo derivado do caule de cânhamo rico em canabidiol e está legalmente disponível no país através da HempMeds® Brasil aos pacientes com uma prescrição médica e ofício de importação da ANVISA.
Nossa variedade não é geneticamente modificada, tem um alto teor de CBD e é cultivada sem pesticidas, herbicidas ou fertilizantes químicos em microclimas selecionados para otimizar a produção e saúde das plantas.
O RSHO™ é o primeiro produto à base de Cannabis importado legalmente no país. A HempMeds® Brasil trabalha junto com as famílias, auxiliando-as com o processo de importação. Estamos aqui para responder quaisquer dúvidas sobre nossos produtos e autorização da ANVISA. Entre em contato conosco para obter mais informações.

VEJA MAIS… CLIC.: https://hempmedsbr.com/qual-a-diferenca-entre-o-canhamo-e-a-maconha/
Cânhamo Industrial
Tabela de diferenças entre o cânhamo e a marijuana

SAIBA MUITO MAIS… CLIC:

https://geaseeds.com/blog/pt-pt/diferencas-entre-canhamo-e-marijuana/

Portanto, o que temos hoje é que existem:
Maconha (com altas concentrações de THC e menos de CBD): Sativa, Indica e Ruderalis
Cânhamo (altas concentrações de CBD e praticamente zero THC): Sativa, Indica, Ruderalis e industrial.
Por que chamamos tudo de “maconha”?
Infelizmente, a Cannabis teve vários contratempos em sua história, um dos maiores foi a “Lei de Substâncias Controladas”, aprovada nos EUA em 1970, que proibiu todas as variedades de Cannabis, independentemente da sua composição, classificando-as todas como droga e proibindo o seu cultivo, mesmo que fosse para fins industriais, como acontece com o cânhamo, usado para produzir têxteis, papel, embalagens biodegradáveis, biocombustível, materiais de construção e muitas outras coisas.
Os benefícios da diferenciação
A discussão sobre o uso e a legalidade de cada uma dessas plantas, mesmo pertencendo à mesma família, deve ter seu próprio espaço. Separá-la na arena legal, produtiva e social também tornaria possível diferenciar o uso recreativo, médico e de bem-estar da maconha, das propriedades industriais, medicinais e utilitárias do cânhamo. Promovendo a pesquisa, a saúde, a indústria e a economia, e melhorando a qualidade de vida de centenas de pacientes.
Em 2014, a lei dos EUA mais uma vez separou a maconha do cânhamo, para permitir seu cultivo e uso, reconhecendo que seu perfil canabinoide é totalmente diferente e inofensivo. Graças a isso, a engenharia agrícola permitirá que se desenvolva strains de cânhamo com a possibilidade de adaptar sua composição a doenças cada vez mais diversas.

MAIS… LEIA: https://www.smokebuddies.com.br/maconha-vs-canhamo-quais-as-diferencas/
Resultado de imagem para cânhamo
CÂNHAMO
Resultado de imagem para cânhamo

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »