Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 1 de junho de 2019

Sobre ORIGAMI…

arte origami
CLIC:

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=14094
Anúncios

Read Full Post »

Adoooooooooro!!!

Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
By Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
By Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Uma ilustração gigante em aquarela da ilustradora Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
É bem claro o porquê do sucesso de Marija Tiurina: o bom uso da divulgação virtual e a compreensão do mundo jovem, retratando de forma vivaz e descontraída …
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Britânica faz ilustração de 14 palavras únicas de cada língua para tentar traduzi-las globalmente,
veja… CLIC:
https://bhaz.com.br/2015/05/19/britanica-faz-ilustracao-de-14-palavras-unicas-de-cada-lingua-para-tentar-traduzi-las-globalmente-veja/

Algumas palavras existem apenas em alguns idiomas, como é o caso de saudade e, cafuné, no Brasil. Para tentar solucionar esse problema de tradução, a ilustradora britânica Maria Tiurina criou a série “Palavras Intraduzíveis” (Untranslatable Words). São 14 exemplos de palavras únicas em seus respectivos países, confira ACIMA, NO GIF.
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Ilustração de Judith Clay (Alemanha)

Read Full Post »

Resultado de imagem para fruta do mandacaru
Ela transforma frutas em ícones fashion e o resultado é incrível!
Ela transforma frutas em ícones fashion e o resultado é incrível!
Ilustrações de Marija Tiurina 
http://rockergirl.com.br/ela-transforma-frutas-em-icones-fashion-e-o-resultado-e-top-marija-tiurina/
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Para a ilustradora britânica Marija Tiurina, frutas e vegetais frescos que ela encontra no setor de hortifrútis, são a sua inspiração para criação… 
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Resultado de imagem para ilustrações de Marija Tiurina
Google Imagens

Read Full Post »

Resultado de imagem para fruta de palma
Resultado de imagem para fruta de palma
Resultado de imagem para fruta de palma
Resultado de imagem para fruta de palma
🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵
Resultado de imagem para fruta de palma
O fruto da palma já é comercializado nos supermercados como “figo da índia”. Tem um sabor muito bom e teor de proteína bastante alto.

Opuntia cochenillifera (ou: Nopalea cochenillifera, Nopalea coccinellifera, Cactus cochenilliferus e Cactus cochenillifer) é o nome científico da cactácea forrageira e comestível, de origem mexicana, largamente difundida no Nordeste brasileiro – recebendo o nome genérico de palma.

Outros nomes:  urumbeta, cacto, cacto-de-cochonilha, palma-de-engorda, palma-miúda, palma-forrageira, palma-doce, palmatória-doce, nopal, cardo-de-cochonilha, cacto-sem-espinhos).

COM ESSA FRUTA, NOS ALIMENTAMOS DURANTE UM BOM TEMPO NO NORDESTE. SERTÃO, AGRESTE… CAATINGA DE PERNAMBUCO…

Seu uso varia desde a alimentação ao gado e humana, paisagístico e cerca-viva, como para a produção de corante natural, extraído de inseto parasita.

No Brasil, a  Opuntia sp. foi introduzida pelos portugueses, no período colonial, em meados do século XVIII, com o objetivo de desenvolver a criação de cochonilha para obter um pigmento carmin, muito utilizado nas indústrias de roupas, cosméticos, pinturas, medicamentos e alimentos. Diante do insucesso deste objetivo, a partir de 1900 esta planta passou a ser utilizada como forragem. 
Planta xeromorfa, possui caule cilíndrico e seus ramos (cladódios), conhecidos como palmas (ou raquetes, são achatados, carnosos e em formato oval.
Os ramos (palmas ou cladódios) são os responsáveis pela fotossíntese, uma vez que as folhas foram transmutadas nos espinhos que, nesta espécie, são esparsos e pequenos, e até ausentes.
Seus cladódios são menores que a espécie O. ficus-indica (figueira-da-índia), sendo esta comumente chamada de palma-grande, enquanto a cochenillifera é chamada de palma-pequena.
Frutificação: Os frutos são amarelos-avermelhados, suculentos, com aproximadamente 8 cm de comprimento, com tufos de diminutos espinhos.
O fruto da palma já é comercializado nos supermercados como “figo da índia”. Tem um sabor muito bom e teor de proteína bastante alto.

Tanto o fruto como a utilização da palma como verdura e para fazer diversos outros pratos ainda é tratado com preconceito alimentar. Os textos que se referem à Palma aqui no Nordeste tratam-na sempre como forrageira e ela não é só forrageira. É antes disso um alimento humano. 
Floração: ocorre durante todo o ano, com preferência ao período de setembro a março. As flores possuem tom avermelhado ou amarelado, com estames longos e róseos. Sua reprodução dá-se por estaquia ou sementes.
Possui ciclo de vida perene, devendo ser cultivada em solos preferencialmente drenado, como o arenoso, e fértil (embora resista bem à infertilidade). Além do uso forrageiro, a palma também se presta à alimentação humana, e à jardinagem. Neste último caso pode ser plantada individualmente ou em grupos, como cerca-viva nas variedades mais dotadas de espinhos, ou mesmo em vasos para decoração. Deve ser cultivada a pleno sol ou a meia-sombra.

Em plantações no México, onde é nativa, a produção atinge quatrocentas toneladas por hectare, dez vezes maior que a do Nordeste brasileiro.
No Brasil a área plantada, cerca de 500.000 Ha., na Região Nordeste e estados de Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais, é destinada precipuamente à obtenção de forragem para alimentar os rebanhos no período de estiagem.  Seu cultivo para a produção de frutos é ainda emergente no país, concentrando-se em São Paulo, na região de Valinhos, e, de forma incipiente, nos estados de Pernambuco e Paraíba. Do total produzido em São Paulo, apenas uma pequena parte é destinada ao mercado interno, enquanto a maior parcela é exportada para a Europa e Estados Unidos, onde existe o hábito de consumo deste fruto, considerado exótico (Souza, 2005; García & Valdez, 2003; Glass, 2005).
A palma apresenta uma boa digestibilidade pelos ruminantes, sendo uma alternativa de forragem durante as estiagens nas regiões sujeitas a esta situação climática, nos Estados Unidos da América, México, África do Sul, Austrália e Nordeste do Brasil. Embora adaptável a estes lugares, suas qualidades nutritivas são inferiores às de outras forrageiras, como sorgo, capim-elefante e milho, por exemplo.
Esta planta é rica em cálcio, potássio, sódio e também oferece glicídios, componentes nitrogenados, fibras, vitaminas dos grupos A, B, C e K, clorofila, riboflavina e proteínas. Muitos são os estudos e pesquisas que afirmam que o cacto é realmente valioso para a saúde das pessoas, ajudando os sistemas glandular, nervoso, imunológico, circulatório, digestivo e respiratório.

Poderoso antibiótico: inibe ou suspende diretamente o crescimento e desenvolvimento de várias bactérias. O cacto é usado como um cataplasma (seus cachos) e tem efeitos muito bons para a pele, tanto em feridas como em infecções.
 
Trata a arteriosclerose: essa inflamação cardiovascular causada pela placa do vaso sanguíneo pode ser tratada com essa planta, já que é antioxidante e anti-inflamatória. Consumir regularmente o suco de cacto fresco ou em pó ajuda a prevenir o aparecimento desta doença.

Não permite proliferar o câncer: o cacto tem muitas fibras dietéticas, solúveis e insolúveis. As últimas absorvem a água e ajuda os alimentos em sua “passagem” pelo trato digestivo. Sendo assim, melhora a digestão e são as encarregadas de diluir a concentração de células, que podem ser potencialmente cancerígenas no cólon, prevenindo a aparição desta doença.
Ajuda a regular o colesterol: graças aos aminoácidos, a vitamina B3 e as fibras. O cacto previne, por sua vez, o excesso de açúcar no sangue e sua conversão em gordura, pelo que reduz de maneira substancial o colesterol “ruim” e os triglicérides. Elimina, ainda, os ácidos biliares, que se tornam colesterol.

Melhoram o trabalho do cólon: devido aos seus ingredientes ativos, ajudam na prevenção da absorção de gordura e carboidratos. Mantêm o balanço do nível do sangue e ajudam a controlar a obesidade. O cacto tem fibras que absorvem a glicose até o intestino. Mantendo, dessa forma, esse órgão limpo e em excelente estado.

Regula o diabetes: melhor dizendo, o nível de açúcar no sangue para os que sofrem com essa condição. Graças aos 18 aminoácidos presentes na planta, o corpo terá mais energia e reduzirá a fadiga, pelo que a glicose também baixará. Fortalece o fígado e o pâncreas e aumenta a sensibilidade à insulina, estimulando o movimento de glicose em todas as células do corpo. Também diminui a digestão de carboidratos, reduzindo a produção de insulina.
Melhor a digestão: pelas vitaminas do grupo B (1, 2 e 3) e C, além do cálcio, do potássio, magnésio, sódio e ferro. Com seu poder antioxidante, nos dá grande proteção ante as toxinas que são ingeridas com a comida e reduz os efeitos prejudiciais da ingestão de álcool ou determinados alimentos “pesados”.

Evita a prisão de ventre: as fibras que o cacto contém ajudam na digestão, como dito anteriormente, pelo que evita os problemas para ir aos banheiro.

Um aliado contra a obesidade: devido às grandes quantidades de fibras que contém, ajudando a retardar o processo de absorção dos alimentos e a entrada dos nutrientes no sangue, facilitando também sua eliminação. Permite que os líquidos cheguem mais rápido à corrente sanguínea, ajudando a diminuir a celulite e a retenção de líquidos. Recomenda-se consumir o cacto com sucos, como o de laranja, por exemplo. As fibras insolúveis que ele tem geram a sensação de saciedade e evitam que comamos mais. E, como se fosse pouco, regula o movimento intestinal para a evacuação correta.

Fortalece o sistema imunológico: isto se deve ao fato de que o cacto oferece muitas vitaminas, sobretudo, as dos complexos A, B e C. Também aporta minerais e muitos aminoácidos que ajudam a eliminar toxinas, desintoxicar o fígado e eliminar os efeitos nocivos da contaminação ambiental, os ambientes com fumaça de cigarro, os problemas que derivam do álcool etc. Pelos fotoquímicos ajudam o corpo a se defender de qualquer ataque de vírus ou bactérias.

Previne o sistema imunológico:
 ajuda, por sua vez, a relaxar, a alcançar melhores estados de ânimo e até pode ajudar a erradicar problemas de depressão ou desequilíbrios sentimentais.

É um excelente diurético: o suco de cacto é usado para desinchar o sistema urinário e reduzir as dores nos rins ou bexiga.
Fontes: 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Opuntia_cochenillifera
http://marusasaki.blogspot.com.br/2012/08/palma-serve-como-alimento-isso-mesmo-o.html 
https://melhorcomsaude.com/propriedades-curativas-cacto/
https://www.criasaude.com.br/fitoterapia/palma-cacto.html 
http://www.naturezabela.com.br/2016/12/
Resultado de imagem para o que é mandacaru
Mandacaru – fruto
(Foto: Rosa Melo)
Resultado de imagem para o que é mandacaru
O mandacaru (Cereus Jamacaru) é uma planta cactácea e nativa do Brasil, também é conhecida como cardeiro. É típica da caatinga e nasce em vários lugares, até mesmo nos telhados das casas rurais. Vive tranquilamente em lugares de clima seco e com pouca água, pode chegar a 6 metros de alturas e no lugar das folhas a planta contém espinhos para proteger a planta contra os herbívoros da região. As raízes do mandacaru consegue absorver água contida no lençol freático e o tronco é protegido por uma película grossa para evitar a perda de água.
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
Os Benefícios do Mandacaru

O mandacaru pode ser utilizado para sobrevivência, então pode servir para alimentar ou hidratar os animais do sertão. O fruto e a flor do mandacaru servem para alimentar aves e abelhas. De acordo com a cultura popular, o mandacaru é capaz de tratar problemas renais.

Para isso basta deixar 4 rodelas de mandacaru e 4 pés de quebra-pedra da cor roxa descansando por um dia em um litro de água fria e dentro da geladeira. Não é preciso ferver. Também poderá fazer o suco de mandacaru tirando os espinhos, cortando em pedaços, retirando a casca e batendo no liquidificador com um pouco de água.
A parte interna do mandacaru pode ser usada para o tratamento de gastrites e manter a saúde do aparelho digestivo. A raiz também pode ser usada para o tratamento de calculo renal. Também tem função diurética, melhora a retenção de líquidos, a infecção na bexiga tem ação expectorante, melhora a febre e resfriados, ou até mesmo serve para tratar doenças do coração.

CUIDADO AO SE AUTO-MEDICAR.
PROCURE UM MÉDICO.


https://saudepelanatureza.com.br/conheca-os-beneficios-do-mandacaru-para-saude/
Resultado de imagem para o que é mandacaru
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
PITAYA ou FRUTA DE MANDACARU?
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
FRUTA DO MANDACARU!
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
SOFRÊ COMENDO FRUTA DO MANDACARU

🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵🍓🍃🌵

Minha família e outras chamavam esse pássaro de
CHOFREU!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
OUTROS PÁSSAROS TAMBÉM APROVEITAM AS DELÍCIAS… RSRSRSRS
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
MANDACARU
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
ESSE É O
XIQUEXIQUE


O Xiquexique (Pilosocereus gounellei) é um cacto endêmico do semi-árido brasileiro. Seu caule suculento tem uma consistência macia que reserva muita água e é protegido por espinhos fortes. Em secas prolongadas, serve como fonte de alimento tanto para o homem quanto para os animais de criação. É queimado para retirar os espinhos e oferecido ao gado como complemento ou muitas vezes como única fonte de alimento. Manuseado com cuidado, retirando-se espinhos (descascando), pode-se mascar a polpa e consumir a água lá reservada. Apesar de salobra, a água que conseguimos extrair é uma saída para os efeitos desagradáveis de um sol escaldante e pouquíssima umidade – experiência própria.
Os frutos são arredondados com polpa purpúrea e pequenas sementes pretas. Frutifica entre março e outubro, variando a época de acordo com a distribuição e intensidade de chuvas. De sabor adocicado, é um dos recursos de pássaros e muitos outros animais da caatinga, inclusive o homem.
Recomendo muito cuidado ao manejar, pois os espinhos que chegam alcançar aproximadamente 10 cm são agulhões afiadíssimos que ferem ao menor contato. Costumo usar um galho ou espeto para sustentar o ramo que estou descascando até que haja condições seguras para manuseio direto. Geralmente estão sob lajedos exigindo atenção ao caminhar nessas áreas, onde são comuns indivíduos jovens escondidos e camuflados em frestas. Encontramos também rosetas de espinhos que se soltam de plantas mortas e se espalham pelo lajedo. Pisar nesses espinhos é um grande problema, pois geralmente penetram fundo e quebram dificultando a remoção.

Gilberto Pinheiro da Rocha. Reside em Hidrolândia/CE – sertão semi-árido.
Prof. de geografia e história. Colaborador na ASPEN (Associação dos Praticantes de Esportes da Natureza) – Sobral/CE
Resultado de imagem para fruta do mandacaru
ESSA SIM… É A PITAYA
Google Imagens Lindas!

Read Full Post »

Resultado de imagem para gif bom dia

Read Full Post »

26 de maio - Apoiadores do governo Bolsonaro exibem cartazes durante protesto na Avenida Paulista, em São Paulo — Foto: Nelson Almeida/AFP
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
kkkkkkkk
é… ninguém foi apoiar o BOLSONARO, O MORO E O GUEDES!
Resultado de imagem para manifestações do dia 26
27 de maio - Manifestação a favor do governo Bolsonaro em Copacabana, no Rio de Janeiro — Foto: Lucas Landau/Reuters
30 de maio - Um homem resgata uma criança enquanto membros da defesa civil síria, conhecidos como Capacetes Brancos, revistam a área em busca de sobreviventes após um ataque aéreo relatado por forças do regime e seus aliados em Maaret al-Noman, na província de Idlib, no sudoeste da Síria — Foto: Abdulaziz Ketaz/AFP
DEVEMOS ORAR E DAR GRAÇAS A DEUS QUE NOSSO PAÍS NÃO CHEGOU A ISSO!

30 de maio – Um homem resgata uma criança enquanto membros da defesa civil síria, conhecidos como Capacetes Brancos, revistam a área em busca de sobreviventes após um ataque aéreo relatado por forças do regime e seus aliados em Maaret al-Noman, na província de Idlib, no sudoeste da Síria — Foto: Abdulaziz Ketaz/AFP
28 de maio - Um funcionário escala um relógio para trocar lâmpadas no prédio da Paramount na Times Square, em Nova York, nos EUA — Foto: Mike Segar/Reuters
UAU!
28 de maio – Um funcionário escala um relógio para trocar lâmpadas no prédio da Paramount na Times Square, em Nova York, nos EUA

— Foto: Mike Segar/Reuters
31 de maio - Fiéis muçulmanos fazem orações na Mesquita Nacional Baitul Mukarram durante a Jumat-ul-Vida, a última sexta-feira do mês islâmico de jejuns do Ramadã, em Daca, Bangladesh — Foto: Mohammad Ponir Hossain/Reuters
31 de maio – Fiéis muçulmanos fazem orações na Mesquita Nacional Baitul Mukarram durante a Jumat-ul-Vida, a última sexta-feira do mês islâmico de jejuns do Ramadã, em Daca, Bangladesh — Foto: Mohammad Ponir Hossain/Reuters
27 de maio - Homens descem correndo a Colina de Cooper em busca de um pedaço de queijo circular durante competição anual realizada em Brockworth, Gloucestershire, na Inglaterra — Foto: Ben Birchall/PA via AP
27 de maio – Homens descem correndo a Colina de Cooper em busca de um pedaço de queijo circular durante competição anual realizada em Brockworth, Gloucestershire, na Inglaterra — Foto: Ben Birchall/PA via AP
30 de maio - Uma nuvem de cinzas é vista durante a erupção do vulcão do Monte Agung visto do subdistrito de Kubu, na regência de Karangasem, na ilha balneária de Bali, na Indonésia — Foto: Made Alit Suantara/AFP
30 de maio – Uma nuvem de cinzas é vista durante a erupção do vulcão do Monte Agung visto do subdistrito de Kubu, na regência de Karangasem, na ilha balneária de Bali, na Indonésia — Foto: Made Alit Suantara/AFP
30 de maio - Um helicóptero de ataque AH-1W solta foguetes durante o exercício militar Han Kuang, que simula o Exército de Libertação do Povo da China (PLA) invadindo a ilha, em Pingtung, Taiwan — Foto: Tyrone Siu/Reuters
30 de maio – Um helicóptero de ataque AH-1W solta foguetes durante o exercício militar Han Kuang, que simula o Exército de Libertação do Povo da China (PLA) invadindo a ilha, em Pingtung, Taiwan — Foto: Tyrone Siu/Reuters
29 de maio - Um barco do exército húngaro passa sob a ponte de Margaret, em Budapeste, após o naufrágio de um barco de turismo matar 7 pessoas no rio Danúbio. Outras 21 pessoas ainda estão desaparecidas — Foto: Bernadett Szabo/Reuters
29 de maio – Um barco do exército húngaro passa sob a ponte de Margaret, em Budapeste, após o naufrágio de um barco de turismo matar 7 pessoas no rio Danúbio. Outras 21 pessoas ainda estão desaparecidas — Foto: Bernadett Szabo/Reuters
28 de maio - Uma mulher tira fotos de depósitos de lixo cheios de plástico antes de enviá-los de volta ao país de origem em Port Klang, a oeste de Kuala Lumpur, na Malásia — Foto: Mohd Rasfan/AFP
28 de maio – Uma mulher tira fotos de depósitos de lixo cheios de plástico antes de enviá-los de volta ao país de origem em Port Klang, a oeste de Kuala Lumpur, na Malásia — Foto: Mohd Rasfan/AFP
27 de maio - Painel localizado no prédio da Associação Comercial de São Paulo, que registra os impostos arrecadados pelo governo brasileiro, mostra marca acima de R$ 1 trilhão — Foto: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Estadão Conteúdo
27 de maio – Painel localizado no prédio da Associação Comercial de São Paulo, que registra os impostos arrecadados pelo governo brasileiro, mostra marca acima de R$ 1 trilhão — Foto: Aloisio Mauricio/Fotoarena/Estadão Conteúdo
31 de maio - Contêineres são vistos do alto empilhados em porto de Ningbo, na província de Zheijang, na China — Foto: Reuters/Stringer
31 de maio – Contêineres são vistos do alto empilhados em porto de Ningbo, na província de Zheijang, na China — Foto: Reuters/Stringer
31 de maio - Graduados do ensino médio brincam em uma fonte enquanto celebram o último dia de escola, tradicionalmente chamado de "último sino", no centro de Kiev, na Ucrânia — Foto: Valentyn Ogirenko/Reuters
31 de maio – Graduados do ensino médio brincam em uma fonte enquanto celebram o último dia de escola, tradicionalmente chamado de “último sino”, no centro de Kiev, na Ucrânia — Foto: Valentyn Ogirenko/Reuters
27 de maio - Casa ficou parcialmente submersa após enchente do rio Paraguai devido às fortes chuvas em um bairro de Assunção, capital paraguaia — Foto: Jorge Adorno/Reuters
27 de maio – Casa ficou parcialmente submersa após enchente do rio Paraguai devido às fortes chuvas em um bairro de Assunção, capital paraguaia — Foto: Jorge Adorno/Reuters
28 de maio - Um mergulhador infla sacos de elevação ligado a uma rede de pesca fantasma no fundo do mar na vila de Stratoni, perto de Halkidiki, na Grécia. Foto de sábado (18), divulgada nesta terça (28) — Foto: Areti Kominou/Ghost Fishing Greece/Divulgação via Reuters
28 de maio – Um mergulhador infla sacos de elevação ligado a uma rede de pesca fantasma no fundo do mar na vila de Stratoni, perto de Halkidiki, na Grécia. Foto de sábado (18), divulgada nesta terça (28) — Foto: Areti Kominou/Ghost Fishing Greece/Divulgação via Reuters
29 de maio - O Papa Francisco autografa uma motocicleta do grupo cristão de motoqueiros 'Jesus Biker' no momento em que o vento sopra sua roupa durante audiência-geral semanal no Vaticano — Foto: Yara Nardi/Reuters
29 de maio – O Papa Francisco autografa uma motocicleta do grupo cristão de motoqueiros ‘Jesus Biker’ no momento em que o vento sopra sua roupa durante audiência-geral semanal no Vaticano — Foto: Yara Nardi/Reuters
29 de maio - Correios dos Estados Unidos lançam selo comemorativo em 19 de julho de 2019 — Foto: Divulgação/Serviço Postal dos Estados Unidos
29 de maio – Correios dos Estados Unidos lançam selo comemorativo em 19 de julho de 2019 — Foto: Divulgação/Serviço Postal dos Estados Unidos
29 de maio - Menino toma banho de balde tentando refrescar-se durante dia quente em Nova Déli, na Índia — Foto: Money Sharma/AFP
29 de maio – Menino toma banho de balde tentando refrescar-se durante dia quente em Nova Déli, na Índia — Foto: Money Sharma/AFP
30 de maio - Soldados mostram suas habilidades de artes marciais durante uma performance como parte dos exercícios de Ulchi Taeguk em Goyang, na Coréia do Sul. Os exercícios de quatro dias incluirão treinamento de evacuação em massa e preparação para situações de guerra e desastres — Foto: Lee Jin-man/AP
30 de maio – Soldados mostram suas habilidades de artes marciais durante uma performance como parte dos exercícios de Ulchi Taeguk em Goyang, na Coréia do Sul. Os exercícios de quatro dias incluirão treinamento de evacuação em massa e preparação para situações de guerra e desastres — Foto: Lee Jin-man/AP
27 de maio - O presidente dos EUA, Donald Trump, toma um gole de bebida durante banquete no Palácio Imperial de Tóquio, no Japão — Foto: Jonathan Ernst/Reuters
27 de maio – O presidente dos EUA, Donald Trump, toma um gole de bebida durante banquete no Palácio Imperial de Tóquio, no Japão — Foto: Jonathan Ernst/Reuters
29 de maio - O capacete do piloto campeão de Fórmula 1 Niki Lauda é visto colocado sobre seu caixão durante funeral na Catedral de Santo Estêvão em Viena, na Áustria — Foto: Joe Klamar/AFP
29 de maio – O capacete do piloto campeão de Fórmula 1 Niki Lauda é visto colocado sobre seu caixão durante funeral na Catedral de Santo Estêvão em Viena, na Áustria — Foto: Joe Klamar/AFP
30 de maio - Uma instalação de luz é exibida durante o festival de luzes de Skopje na Macedônia — Foto: Ognen Teofilovski/Reuters
30 de maio – Uma instalação de luz é exibida durante o festival de luzes de Skopje na Macedônia — Foto: Ognen Teofilovski/Reuters

MAIS IMAGENS DA SEMANA, CLIC:

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/06/01/imagens-da-semana-de-25-a-31-de-maio-de-2019.ghtml

Read Full Post »

Resultado de imagem para caricatura de um juiz
Verbas indenizatórias garantem salário de mais de R$ 700 mil em maio a juiz do TJMG
G1 fez levantamento nos portais da Transparência do Tribunal de Justiça e do Ministério Público de Minas Gerais. Procurador aposentado chegou a receber quase R$ 100 mil.


Com dívida pública que ultrapassa os R$ 115,6 bilhões, Minas Gerais repassou, em 2018, quase R$ 4,8 bilhões ao Tribunal de Justiça e R$ 1,9 bilhão ao Ministério Público para pagamento dos servidores. Mesmo com grave crise fiscal do estado, as verbas indenizatórias e os “penduricalhos” têm garantido que magistrados, promotores e procuradores recebam “supersalários”. Em maio, um único juiz recebeu R$ 752.159,39. O vencimento líquido do mês de abril foi pago ao juiz de entrância especial Paulo Antonio de Carvalho e consta no Portal da Transparência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
De acordo com a Constituição Federal, membros do Judiciário e do Ministério Público devem receber, no máximo, 90,2% do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Entretanto, a lei permite que o valor seja extrapolado no caso de inclusão de verbas indenizatórias.
Segundo o professor especialista em direito administrativo Carlos Henrique Barbosa, o teto só é utilizado como base para definição do valor bruto do subsídio. As verbas indenizatórias não são consideradas para fins de cálculo de remuneração. “Legalmente, estes valores são a recomposição de algum gasto que o juiz ou desembargador teve em prol do Poder Judiciário. É o caso de diárias, por exemplo”, explicou.

Ainda de acordo com o especialista, cada órgão do Poder Judiciário estabelece o que vai compor as verbas indenizatórias através do seu regimento interno. Ele explicou que não existe um limite com estes gastos previsto na Constituição.
O secretário-geral da ONG Contas Abertas, entidade que analisa gastos públicos no Brasil, Gil Castelo Branco, ponderou que, embora sejam legais, os supersalários deveriam ser analisados em um contexto maior.

“O Judiciário não pode ser uma ilha de prosperidade dentro de um país quebrado”, disse.

Minas Gerais é o segundo estado com maior número de magistrados do país. Perde apenas para São Paulo, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em relação aos gastos com folha de pagamento no ano passado, entre os cinco estados com maior número de habitantes, São Paulo ocupa a primeira posição, com despesa de R$ 9,6 bilhões, de acordo com o Portal da Transparência do estado.
Em segundo lugar, está Minas, com custo de quase R$ 4,8 bilhões. Em seguida, aparecem o Rio de Janeiro, que gastou R$ 2,8 bilhões; Bahia, que teve despesa de R$ 2,4 bilhões; e Paraná, com gasto de R$ 1,8 bilhão em 2018.
De acordo com a estrutura remuneratória dos membros da magistratura em Minas Gerais, os salários variam de R$ 30.404,42 para juízes substitutos e juízes de primeira entrância a R$ 35.462,00 para desembargadores.

Veja os maiores subsídios de juízes e desembargadores do TJMG
Nome
Lotação
Cargo
Subsídio
Indenizações
Vantagens eventuais
Total
Total descontos
Rendimento líquido

COMPONHA A TABELA, CONFORME ACIMA:

Paulo Antônio de Carvalho
TJMG
Juiz de entrância especial

R$ 33.689,11
R$ 3.368,91
R$ 725.037,51
R$ 762.095,53
TOTAL DE DESCONTOS: R$ 9.936,14
RENDIMENTO LÍQUIDO: R$ 752.159,39


Adriani Freire Diniz Garcia
TJMG
Juiz de entrância especial

R$ 33.689,11
R$ 3.436,21
R$ 340.339,80
R$ 377.465,12
TOTAL DE DESCONTOS: R$ 10.698,82
RENDIMENTO LÍQUIDO: R$ 366.766,30

Fonte: Portal da Transparência TJMG
https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/05/31/verbas-indenizatorias-garantem-salario-de-mais-de-r-700-mil-em-maio-a-juiz-do-tjmg.ghtml

ღೋღೋღೋღღೋღೋღೋღღೋღೋ‿.•*´¯ 🐞💦🌷

É IMORAL!!!!
NOJENTO!!!!
DÁ ASCO NA POPULAÇÃO!!!


‿.•*´¯ 🐞💦🌷ღೋღೋღೋღღೋღೋღೋღღೋღೋ

No Portal da Transparência do Tribunal de Justiça, o juiz que recebeu líquido R$ 752.159,39 no mês passado tem salário bruto de R$ 33.689,11. Entretanto, de verbas indenizatórias classificadas pelo TJMG como “vantagens eventuais”, ele recebeu, de uma só vez, R$ 725.037,51.
O mesmo aconteceu com outra juíza de entrância especial, Adriani Freire Diniz Garcia, de Alfenas, que teve o segundo maior vencimento líquido do mês de abril, pago em maio. Ao salário bruto, de R$33.689,11, somaram-se R$ 340.339,80 de “vantagens eventuais”. O valor líquido recebido no final do mês foi de R$ 366.766,30.
Em nota, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais afirmou que nenhum magistrado recebe subsídio mensal acima do teto constitucional. Segundo o órgão, “os subsídios dos magistrados mineiros são pagos de acordo com a legislação vigente e guardam proporcionalidade com os pagos aos ministros do STF.”
O TJ também explicou que alguns juízes e desembargadores podem receber, eventualmente, valores adicionais referentes a férias, férias-prêmio não gozadas e acumuladas ou reposições salariais.
“É comum que magistrados deixem de gozar as férias-prêmio durante toda sua carreira, optando por receber em espécie o valor correspondente, por ocasião de sua aposentadoria”, informou a nota.
Ainda segundo o Tribunal, o auxílio-moradia foi extinto em dezembro de 2018 e o TJMG foi o primeiro do país a interromper seu pagamento.
G1 não conseguiu contato direto com os juízes citados. Por meio da assessoria de imprensa, o TJ informou que os dois magistrados se aposentaram em março e receberam os salários de abril com acréscimos referentes a direitos advindos da aposentadoria.

Ministério Público

No Portal da Transparência do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a estrutura remuneratória aponta que os salários deveriam variar de R$ 30.404 no caso de promotor substituto e promotor de primeira entrância a R$ 35.462,00 no caso de procurador-geral.

Mas, pelo levantamento feito pelo G1, o maior salário bruto entre os servidores da ativa, no mês de abril, referente ao mês de março, o último disponível para consulta no Portal da Transparência, é de R$ 39.363,06. Muitos ainda recebem indenizações e outras remunerações.
O maior vencimento líquido de março, incluindo estes “penduricalhos”, foi recebido pela promotora Hebe Regina de Guerra e Leite: R$ 82.869,32. Pelo menos 268 promotores e procuradores receberam acima de R$ 36 mil, somando o valor líquido, indenizações e outras remunerações.
Já no caso de aposentados, o procurador Epaminondas Fulgêncio Neto recebeu, no mesmo mês, R$ 91.501,56. Quase 300 servidores nesta condição tiveram ganhos a partir de R$ 38 mil, somando à renda líquida, as indenizações e outras remunerações.
Em nota, o Ministério Público afirmou que o regime de remuneração “observa com fidelidade os parâmetros fixados na Constituição Federal. Eventuais valores que ultrapassam o teto remuneratório constitucional referem-se à quitação de rubricas devidas em atraso e indenizações de férias não gozadas em razão da necessidade do serviço”. Ainda segundo o MPMG, os pagamentos tiveram legalidade e legitimidade reconhecidas pelo Conselho Nacional do Ministério Público e pelo Supremo Tribunal Federal.
De acordo com o Ministério Público, há um déficit no quadro de pessoal, o que interfere nas férias dos servidores. Segundo o órgão, são 260 cargos vagos no quadro de promotores e procuradores e 300 no de servidores, que não podem ser ocupados, por falta de verbas e para que não seja extrapolado o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.
O quadro atual é de 2.764 servidores efetivos e 110 servidores de recrutamento amplo. São 915 promotores e 130 procuradores. Além disso, há 207 promotores e 106 procuradores inativos. São 289 servidores aposentados e 242 pensionistas.
A promotora citada, Hebe Regina Guerra e Leite, informou que recebeu o valor porque foi autorizada, pelo procurador-geral do MPMG, a restituição de gastos que ela teve com pagamento de plano de saúde. Ela afirmou que a medida tem como base a Lei Complementar 147, promulgada em dezembro do ano passado, que garante auxílio-saúde a promotores e procuradores de Minas Gerais.

Já o procurador Epaminondas Fulgêncio afirmou que se aposentou em fevereiro e que os valores recebidos em abril são de alguns pagamentos que teriam ficado para trás.

Reajuste automático

Em 2015, os deputados estaduais aprovaram, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os reajustes automáticos de remuneração dos magistrados e dos membros do Ministério Público. O aumento também passou a ser concedido para inativos e pensionistas.
A lei estabelece que o reajuste dos juízes, desembargadores, promotores e procuradores é automático, sempre que houver alteração no subsídio em nível federal.
O último reajuste para os ministros do Supremo foi aprovado pelo Senado no dia 7 de novembro do ano passado, quando os salários passaram de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil.

O que diz o especialista

O secretário-geral da ONG Contas Abertas, entidade que analisa gastos públicos no Brasil, Gil Castelo Branco enfatizou que os supersalários não só no Judiciário, mas no setor público em geral, são um entrave para o crescimento no Brasil e que falta vontade entre os agentes para mudar a situação.
“O Banco Mundial já constatou que quase 70% dos servidores públicos estão entre os 10% mais ricos do Brasil. No geral, ganham 70% a mais do que os pares na iniciativa privada. E estes vencimentos não estão vinculados a melhoria do desempenho. (…) O diagnóstico está pronto e acabado. A discussão agora é se há ambiente político para que esta situação mude. Aparentemente, não há”, afirmou.


Gil Castelo Branco lembrou que, apesar da situação econômica do Brasil, com cortes na educação, o ano começou com aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal.


“O déficit no país, de R$ 139 bilhões, chega a 7% do PIB. (…) Diante desta situação caótica, deveria existir um comprometimento de todos os três poderes para estabilizar a situação fiscal, dar as condições mínimas à economia. A partir do momento em que o próprio Poder Judiciário pressiona para ter reajuste de seus vencimentos, esta solidariedade não existe”,
disse.

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/05/31/verbas-indenizatorias-garantem-salario-de-mais-de-r-700-mil-em-maio-a-juiz-do-tjmg.ghtml

‿.•*´¯ 🐞💦🌷

Read Full Post »

Older Posts »