Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 23 de abril de 2019

Mau hálito
Mau hálito
Mau hálito
Mau hálito
DELÍCIAS… MAS…. VEJA TODOS, LEIA E APRENDA A SE PROTEGER. CLIC:

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=13859
Anúncios

Read Full Post »

Read Full Post »

Read Full Post »

Read Full Post »


convescote
substantivo masculino
BRASILEIRISMO•BRASIL
p.us. piquenique.

Read Full Post »

Criança ajoelhou perante a cruz durante missa em Rio Preto — Foto: Arquivo Pessoal

Criança ajoelhou perante a cruz durante missa em Rio Preto — Foto: Arquivo Pessoal

Uma menina de apenas 2 anos chamou a atenção de fiéis após ajoelhar na frente da imagem de Jesus crucificado durante uma missa de Páscoa, realizada na Paróquia Jesus Bom Pastor e São Sebastião, em São José do Rio Preto (SP).
A imagem repercutiu na internet após a paróquia compartilhar nas redes sociais e foi enviada para a reportagem da TV TEM nesta segunda-feira (22).
Na foto, a criança, que chama Sophia, aparece ajoelhada e em forma de oração. Mesmo sem a presença da mãe, ela ficou nessa posição por vários minutos.


Segundo a mãe da menina, a imagem foi registrada na sexta-feira (19). Ela conta que se surpreendeu com a atitude da filha.

“Foi surpreendente para a gente porque foi espontâneo da minha filha, e teve toda essa repercussão”, afirma a mãe, Graziele Parra da Silva Victório.

Segundo o pai, Luiz Sérgio Victório Júnior., ela é muito ligada com a igreja.
“Ela tem história na igreja porque para engravidar a gente demorou e muita gente rezando para a gente. Ela é bem querida na igreja, todo mundo conhece ela”, diz o pai.
Mãe com a Sophia na missa em igreja de Rio Preto — Foto: Arquivo Pessoal

Mãe com a Sophia na missa em igreja de Rio Preto — Foto: Arquivo Pessoal
Sophia mostra adoração pela cruz na casa das avôs, em Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM

Sophia mostra adoração pela cruz na casa das avôs, em Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM


https://g1.globo.com/sp/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2019/04/22/crianca-fica-ajoelhada-na-frente-de-jesus-crucificado-durante-missa-e-imagem-repercute-na-web.ghtml

Read Full Post »

Aeeeeeeeeeee!!!

Resultado de imagem para Lei Rouanet

O que muda?

A principal alteração é a queda do valor máximo por projeto inscrito, dos atuais R$ 60 milhões para R$ 1 milhão.
O valor máximo por empresa do setor cultural, que também era de R$ 60 milhões, passa para R$ 10 milhões. Isso significa que, por ano, uma única empresa não pode ultrapassar os R$ 10 milhões captados no somatório de todos os seus projetos.

Essas regras não se aplicam a:

Projetos de restauração de patrimônio tombado;
construção de teatros e cinemas em cidades pequenas;
planos anuais de entidades sem fins lucrativos, “como museus e orquestras”.


Projetos classificados como “festas populares” terão um limite maior, de R$ 6 milhões. O vídeo divulgado pelo ministério cita o Festival Amazonas de Ópera, o Natal Luz, o Festival Folclórico de Parintins e feiras de livros, mas não deixa claro qual o critério para essa classificação.
“Com isso, vamos enfrentar a concentração de recursos nas mãos de poucos. Com o mesmo dinheiro, só que melhor distribuído, vamos ter muito mais atividades culturais e artistas apoiados, dando oportunidade para os novos talentos”, diz Osmar Terra no vídeo.


Mais mudanças

Pelas novas regras, cada projeto beneficiado pela Lei de Incentivo à Cultura terá de reservar entre 20% e 40% de ingressos gratuitos. Eles serão distribuídos por entidades e serviços de assistência social a famílias de baixa renda, de preferência, com Cadastro Único.
A lei atual prevê 30% de ingressos gratuitos, mas apenas 10% com destinação social. Os outros 20% são para ações promocionais e de patrocinadores.

“Nós queremos que a população mais pobre vá ao teatro, ao cinema e às mais diversas atividades culturais. Por isso, quem usar recursos da Lei de Incentivo à Cultura vai precisar oferecer de 20% a 40% dos ingressos de graça”, diz Terra.
As regras em vigor também separam 20% dos ingressos para “preços populares”. Pelo que já foi anunciado, o percentual será mantido, mas o preço máximo desse lote cairá de R$ 75 para R$ 50.

No vídeo, Osmar Terra afirma que os produtores serão obrigados a promover “ações educativas” nas escolas ou na comunidade, em parceria com as prefeituras, e que haverá editais específicos para projetos realizados integralmente fora do eixo Rio-São Paulo. Não há detalhamento dessas medidas.

Entenda a lei

Os projetos contemplados pelo sistema da Lei de Incentivo à Cultura não são financiados com recursos públicos do governo, e sim com dinheiro privado de empresas interessadas em apoiar os projetos. Funciona assim:

O governo federal analisa os projetos para decidir quais poderão ser contemplados pela lei;
ao ter seu projeto aprovado pelo ministério, o produtor cultural sai em busca de patrocínio para obter os recursos;
pessoas físicas ou empresas podem decidir patrocinar o projeto. Em troca, elas recebem possibilidade de abatimento no Imposto de Renda de parte ou do total do valor aplicado no projeto.


https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/04/22/ministerio-da-cidadania-anuncia-reformulacao-na-lei-rouanet-veja-o-que-muda.ghtml

Read Full Post »