Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 22 de fevereiro de 2019

Anúncios

Read Full Post »

Read Full Post »

Read Full Post »

ALIMENTOS: basta observar!

Read Full Post »

Coroas e tiaras famosas das realezas

Tiara Cambridge Lover da Realeza Britânica


Fabricada especialmente para a Rainha Mary, essa tiara é feita de pedaços de joias que ela tinha sobrando no palácio. Na época de sua morte, em 1953, a tiara foi herdada pela rainha Elizabeth e, em 1981, ela deu este lindo acessório à princesa Diana para que ela usasse no dia do casamento. Até hoje, esta tiara continua sendo propriedade da rainha Elizabeth.
Coroas e tiaras famosas das realezas

Coroa da Baviera, Alemanha

Esta coroa foi feita para o rei Maximiliano I da Baviera. É mais conhecida pelo seu diamante escuro Wittelsbach, que foi vendido e roubado muitas vezes. Agora, você encontra uma réplica de vidro em seu lugar com o valor estimado em 17 milhões de dólares (51 milhões de reais), devido às suas variadas pérolas, rubis, esmeraldas, safiras e diamantes.
Coroas e tiaras famosas das realezas

Tiara Fife

A princesa Louise do País de Gales recebeu essa tiara quando se casou com o conde de Fife, em 1889. Embora seja prateada, a tiara é montada em ouro e apresenta os maiores diamantes em forma de pêra pendurados livremente dentro de seus arcos. Este belo acessório não é visto há muitos anos, o que faz os amantes das realezas acreditarem que ainda esteja na família Fife.
Coroas e tiaras famosas das realezas

As meninas da Grã-Bretanha e a Tiara da Irlanda

Você provavelmente já está familiarizado com essa tiara, que inicialmente foi apresentada como um presente de casamento para a rainha Mary em 1893 pelas meninas da Grã-Bretanha e da Irlanda. A rainha Elizabeth II recebeu este belo acessório como presente de casamento em 1947. Muitas vezes referida como “tiara da avó”, é uma das tiaras favoritas da rainha Elizabeth, que frequentemente a escolhe para seus dias fora do palácio.
Coroas e tiaras famosas das realezas

A tradição afirma que quanto maior a coroa, mais importante é o seu status. Estes belos acessórios têm sido considerados como um forte símbolo de poder e riqueza desde os tempos antigos até hoje. Abaixo estão algumas das coroas e tiaras mais importantes do mundo. No entanto, apesar de serem muito antigas, elas sofreram alterações ao longo dos anos para se adequar ao usuário e à moda. 


Coroa Sagrada do Império Romano, Áustria

Esta coroa tem uma forma octogonal incomum e pertenceu ao imperador romano desde o século 11 até a dissolução do império, em 1806. Quando as pedras foram colocadas elas foram polidas, mas não curvadas, pois esta técnica não era usada na época.
Coroas e tiaras famosas das realezas

Coroa de Saint Wenceslas

Esta coroa foi feita em 1347 para Carlos V, o imperador romano santo. Na época, seu vasto reino ocupava partes do que é hoje a Alemanha, Áustria, Hungria, Polônia, Itália e Ucrânia. É feita com ouro 22 quilates e adornada com 19 safiras, 44 espinelas, 1 rubi, 30 esmeraldas e 20 pérolas.

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=10200

Read Full Post »

“Buldog voador!”… rsrs

Expedição em ilha da Indonésia encontrou um único exemplar da abelha gigante de Wallace — Foto: Clay Bolt

Exploradores encontram maior abelha viva do mundo: ‘É um buldogue voador’
Espécie gigante, que estava há décadas desaparecida, foi redescoberta em ilha da Indonésia.


Expedição em ilha da Indonésia encontrou um único exemplar da abelha gigante de Wallace — Foto: Clay Bolt

A maior abelha do mundo foi redescoberta por um grupo de cientistas após décadas desaparecida.
O inseto gigante – que chega a medir 6 cm, o tamanho do polegar de um adulto – foi encontrado em uma ilha pouco explorada da Indonésia, no arquipélago das Molucas do Norte.
Após dias de busca, especialistas em vida selvagem acharam uma única fêmea viva da espécie, que foi fotografada e filmada.
Conhecida como a abelha-gigante-de-wallace (Megachile pluto), a espécie recebeu o nome do naturalista e explorador britânico Alfred Russel Wallace, que descobriu a espécie em 1858.
Wallace, que desenvolveu a teoria da evolução em parceria com Charles Darwin, descreveu a abelha como “um inseto grande parecido com uma vespa preta, com mandíbulas imensas como um escaravelho”.

A espécie tinha sido vista pela última vez na natureza em 1981.
Em janeiro deste ano, a equipe seguiu os passos de Wallace em uma expedição pela Indonésia, na tentativa de encontrar e fotografar a espécie.
“Foi de tirar o fôlego ver esse ‘buldogue voador’, um inseto que não tínhamos mais certeza que existia, ter a prova real bem ali na nossa frente”, contou Clay Bolt, fotógrafo especializado em história natural que fez os registros da espécie.

“Ver de fato o quão bonita e grande a espécie é na natureza, ouvir o som das suas asas gigantes batendo ao passar pela minha cabeça, foi simplesmente incrível.”

Como vive a abelha gigante

A fêmea faz seu ninho em cupinzeiros, usando a enorme mandíbula para coletar resina das árvores e forrar o ninho, protegendo assim da invasão dos cupins.
A espécie depende de florestas de mata virgem de baixa altitude para encontrar resina e ninhos de cupins nas árvores.
A descoberta reacende a esperança de que as florestas da região ainda abriguem um dos insetos mais raros e mais procurados do mundo.
Integrante da expedição, o especialista em abelhas Eli Wyman, entomologista da Universidade de Princeton, nos EUA, espera que a descoberta estimule a realização de pesquisas sobre o ciclo de vida da espécie e sirva de base para futuros esforços para protegê-la da extinção.

A organização ambiental Global Wildlife Conservation (GWC), que lançou uma caçada mundial por “espécies desaparecidas”, apoiou a expedição.
“Ao transformar a abelha em um símbolo mundialmente conhecido para a conservação, estamos confiantes de que a espécie tenha um futuro melhor do que se simplesmente a deixássemos cair no esquecimento”, afirmou Robin Moore, que atua na GWC.
No mês passado, o grupo anunciou que havia encontrado, na Bolívia, os primeiros sapos-aquáticos-de-sehuencas (Telmatobius yuracare) vistos na natureza em uma década.

https://g1.globo.com/natureza/noticia/2019/02/22/exploradores-encontram-maior-abelha-viva-do-mundo-e-um-bulldog-voador.ghtml
Eli Wyman com uma das poucas amostras da abelha gigante de Wallace conhecidas — Foto: Clay Bolt
Eli Wyman com uma das poucas amostras da abelha gigante de Wallace conhecidas — Foto: Clay Bolt

Read Full Post »

fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
fotos impressionantes
http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=13492

Read Full Post »

Older Posts »