Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 13 de janeiro de 2017

Onça pintada lambe picolé de carne no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (Foto: Luciano Calafiori/G1)

*

AMANHÃ, SÁBADO, VOU LÁ OLHAR DE PERTINHO ISSO…

Mary

*

Com as altas temperaturas na cidade durante o verão,

a opção foi o picolé, mas Gabriela explica que as ações de estímulo acontecem durante todo o ano, se adequando às condições climáticas de cada estação e também aos hábitos de cada uma das espécies.

A jornalista Ana Letícia Lima produziu esta reportagem com a orientação de Luciano Calafiori.

*

Onça pintada lambe picolé de carne no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (Foto: Luciano Calafiori/G1)

Onça pintada lambe picolé de carne no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas

(Foto: Luciano Calafiori/G1)

*

Lontra se diverte com sorvete no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas  (Foto: Luciano Calafiori/G1)

Lontra se diverte com sorvete no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (Foto: Luciano Calafiori/G1)

*

“Aqui a gente trabalha com o que chamamos de medicina de conservação, principalmente com os animais em risco de extinção, como os felinos, e também fazendo o resgate de animais em recuperação e que ainda não têm condições de retornar à natureza”, explica Presotto.

A atividade atraiu a atenção dos visitantes do Bosque, como foi o caso da aposentada Abigail Marques, que caminha pelo local toda manhã e já até conhece a rotina dos animais. “Eu adoro os bichinhos e é a primeira vez que vejo essa atividade aqui. Já tinha visto quando visitei os Estados Unidos e é uma ideia ótima pra refrescar nesse calor”, comenta Abigail.

*

Onça pintada lambe picolé de carne no Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (Foto: Luciano Calafiori/G1)

*

Animais do Zoológico do Bosque dos Jequitibás, em Campinas (SP), se refrescaram com picolés na manhã desta sexta-feira (13). A lontra Raí e o casal de onças pintadas Jaguaretê e Nina, receberam os alimentos já comuns em suas refeições diárias, dessa vez em forma de sorvete, como parte do programa de enriquecimento ambiental do parque. VEJA GALERIA DE FOTOS

Segundo a veterinária Gabriela Bueno Toledo, responsável pelo preparo dos picolés, a ação tem como objetivo promover alívio aos animais, que por viverem em cativeiro, acabam por adquirir certos vícios. Ao inserir atividades diferenciadas na rotina de cuidados, os veterinários esperam estimular os animais a expressarem mais os seus instintos.

Aderir a programas como o de enriquecimento ambiental é parte do que o veterinário Douglas Presotto chamou de mudança de paradigma nos zoológicos, tornando esses espaços mais do que apenas um ambiente de exposição dos animais, mas também de cuidados e preservação dos mesmos.

*

Resultado de imagem para ONÇA BOSQUE SORVETE CARNE

*

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2017/01/animais-se-refrescam-com-picoles-em-zoologico-de-campinas-sp.html

Resultado de imagem para ONÇA BOSQUE SORVETE CARNE

Google Imagens

Anúncios

Read Full Post »

Linda… bela mesmo…

*

2.jpg

A Capoeira é uma demonstração de conhecimentos ancestrais e populares, que são difundidos por meio de suas cantigas, mitos e fundamentos. Ela traz como tema de seus versos, ou de seus contos rimados, personagens como Patinha, Bimba, Besouro, Zumbi, dentre outros. A Capoeira é uma manifestação artístico-cultural que abrange o universo da dança, da música, da literatura e da arte marcial. Brincadeira mandingueira que revela em si suas indiscutíveis origens africanas.

*

6.jpg

*

“O reconhecimento da Roda de Capoeira pela Unesco é uma conquista muito importante para a cultura brasileira. A capoeira tem raízes africanas que devem ser cada vez mais valorizadas por nós. Agora, é um patrimônio a ser mais conhecido e praticado em todo o mundo”. destacou a ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler.

Ginga, malicia, história e beleza. O toque do berimbau anuncia o começo da roda de capoeira (jogo), sente-se um arrepio dos pés a cabeça e a vontade de entrar e jogar. Mistura de dança e arte marcial herdada dos escravos, que durante seus primórdios foi marginalizada.

*

10.jpg

*

O som das belas canções cantadas pelos mestres e respondidas pelo coro. Atabaques, agogôs, pandeiro e outros, acompanham o berimbau e ajudam a embalar a roda. As rodas de capoeira costumam ser formada por um mestre, um contramestre e vários discípulos. Lindo de se ver, emocionante, só quem participou de uma roda conhece essa sensação da qual estou falando.

É uma luta é manha de mandingueiro é o vento no veleiro é um lamento na senzala é um corpo arrepiado um berimbau bem tocado O sorriso de um menininho

Meia-lua de compasso, rabo de arraia, martelo, beija-flor, são alguns dos golpes que fazem do jogo, bonito e certeiro. Os movimentos executados pelos capoeiristas exigem grande agilidade corporal, com jogadas rápidas de braços e pernas. A capoeira é uma prática cultural afro-brasileira que combina luta e dança, cujas origens são do século XVI.

*

LEIA BEM MAIS:

http://lounge.obviousmag.org/de_dentro_da_cartola/2015/01/a-poesia-e-arte-versada-da-capoeira.html

4.jpg

*

3.jpg

*

Read Full Post »

Encontrei isso que creio ter TUDO A VER… NÃO LI AINDA… meu computador tá me dando uma canseira “felomenal” hoje… ô saco! Mas… vamos tocando…

Mary

*

“As pessoas, as cidades, o mundo está cheio de gente fechada, não só pela arquitetura, mas pessoas fechadas em si, em sua solidão, em seu mundo. Pessoas que foram “construídas” como medianeiras, paredes sem janela, vida sem abertura para o novo”.

*

QUANDO VEJO ESSE TIPO DE MATÉRIA, SINCERAMENTE PENSO:

“PUXA, COMO SOU GENTE… COMO SOU FELIZ… COMO TENHO DEFEITOS ÓTIMOS E DEMODÊS… COMO DEUS É BOM COMIGO!” – Mary

*

Aqui vai a matéria:

Em uma época em que as pessoas, ao mesmo tempo, se aproximam e se afastam através da internet, como ficam as relações humanas? Como encontrar a pessoa certa no meio de uma cidade com centenas de habitantes? Seria a internet um meio facilitador ou apenas algo que nos dá a falsa sensação de que não estamos sós?

É partindo de questionamentos como esses que Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual (Medianeras, no original) retrata os relacionamentos atuais e a dificuldade do encontro diante da multidão.

É exatamente o que acontece com Martín (Javier Drolas) e Mariana (Pilar López de Ayala). Ele é um criador de sites cheio de fobias, que perdeu o estímulo de viver e passa o dia inteiro em frente ao computador. É fã de Star Wars e de Astro Boy e vive sozinho em seu apartamento com a cadela da ex-namorada, que o abandonou. Ela é uma arquiteta, que trabalha como vitrinista, e também enfrenta um término recente com uma pessoa completamente diferente dela e ainda tenta lidar com a frustração de nunca ter exercido efetivamente a sua profissão. Tem fobia de elevador e seu livro preferido é Onde Está o Wally?.

Eles moram na mesma quadra, gostam das mesmas coisas, freqüentam os mesmos lugares, passam sempre um do lado do outro na rua, mas nunca se reparam. Até que em mais um dia de tédio, os dois acabam conversando virtualmente sem nunca imaginar o quão perto estão um do outro.

Medianeras 1.jpg

No meio de tanto desencontro, a cidade de Buenos Aires aparece como algo a mais do que um simples cenário, se tornando quase que uma terceira protagonista. Vemos prédios de todos os tipos, alturas e formatos. Ruas frias, cantos inexplorados e a arquitetura envolvente e urbana ajudam a narrar a história e nos atentam para as inúmeras vidas escondidas atrás das paredes de cada edifício.

E aí surge o conceito do título. Medianera é aquele lado dos edifícios, geralmente nos fundos ou nas laterais, que não tem janelas. Uma parede lisa, ocupada, muitas vezes, por propaganda. Um local despercebido, abandonado, fechado. O que reflete essa prisão sufocante das cidades, que os personagens tentam combater.

Medianeras 5.jpg

*

Medianeras 3.jpg

*

Medianeras 4.jpg

*

O longa é dirigido pelo argentino Gustavo Taretto e nasceu de um curta de 2005 escrito e dirigido também por ele. Através de seus personagens, o filme nos remete imediatamente a atual conjura em que vivemos. Pessoas imersas em si mesmas e presas em seus medos e traumas, que mal enxergam quem está a sua volta e que apelam para os desabafos nas redes sociais.

Através de uma inteligente metáfora com o livro do Wally, surge o principal questionamento do filme indagado por Mariana: “Então me pergunto: Se, mesmo sabendo quem eu procuro, não consigo achar… Como vou achar quem eu procuro se nem sei como é?”. E isso vale tanto para o amor, quanto para a busca de nós mesmos. O que queremos para nossas vidas? Quais são as nossas verdadeiras vontades? Como encontrar nós mesmos no meio de tantas influências e vontades alheias?

E o mais interessante é que justamente o único lugar que ela nunca consegue achar o Wally é na cidade. Reforçando a ideia do contraste entre o coletivo e o individual presente nas cidades grandes e a crítica ao individualismo, fruto da modernidade.

Isso nos leva a mais questionamentos. Será que a modernidade está nos tornando pessoas frustradas, que mesmo cheios de desejos e vontades, não temos mais força e ânimo para levantar e correr atrás deles?

Enchendo de esperança os corações mais desacreditados no amor e nas reviravoltas da vida com um belo e criativo final, Medianeras nos mostra que a solução para essa inércia interna é justamente a identificação com o outro e que a graça da vida é a procura por aquele alguém que carrega sem querer um pedacinho da gente. Mas, para isso acontecer, é essencial abrirmos uma janelinha nas medianeras de nossas vidas.

*

http://lounge.obviousmag.org/memorias_do_subsolo/2014/08/escondidos-na-arquitetura.html

Read Full Post »

crianças, brincadeiras

*

crianças, brincadeiras

*

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=2000

Read Full Post »

Ouwn… rsrs

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=8552

*

As mais belas fotos de corujas feitas por Sasi Smith

*

Read Full Post »

Bolo… bolos…

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Dá pra acreditar que tudo isso é açúcar?

é… nesse caso… NÃO SÃO DELÍCIAS, PORQUE

NOSSO ORGANISMO NÃO GOSTA!!!

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

Arte em Bolos

*

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=3824

*

Read Full Post »

Muitas pessoas preferem tomar chá quentinho, em temperaturas mais baixas, mas o chá também pode ser uma deliciosa bebida refrescante para amenizar os dias quentes que estão chegando. Esta dica que você vai ver agora reúne sabor e praticidade. Se as saladas no pote estão na moda, então por que não se deliciar com o chá com frutas no pote? Você não precisar de muito para fazer uma bebida fresca e servida de forma diferente, com uma bela apresentação. Além disso, é uma opção muito mais saudável do que refrigerantes e sucos prontos do supermercado.

receitas de chá para o verão

*

Algumas sugestões:
  • Chá preto com pêssego e mirtilos
  • Chá oolong com laranja e hortelã
  • Chá verde com maçã e hortelã
  • Chá oolong com manga e gengibre
  • Chá verde com morango e manjericão
  • Chá verde com pepino e hortelã
  • Chá de camomila com abacaxi e morango
  • Chá verde com toranja e morango
  • Chá preto com limão e cereja
  • Chá preto com pêssego e alecrim
  • Chá preto com pêssego e mirtilos
  • Chá oolong com laranja e hortelã
  • Chá verde com maçã e hortelã
  • Chá oolong com manga e gengibre
  • Chá verde com morango e manjericão
  • Chá verde com pepino e hortelã
  • Chá de rooibos com abacaxi e morango
  • Chá verde com toranja e morango
  • Chá preto com limão e cereja
  • Chá preto com pêssego e alecrim

*

receitas de chá para o verão

*

APRENDA A FAZER:

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=7977

Read Full Post »

Older Posts »