Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 4 de janeiro de 2017

Amo Leonid…

Arte surpreendente da faca de paleta de Leonid Afremov

*

Cada pintura a óleo feita originalmente por Leonid Afremov é uma verdadeira obra de arte. Com sua arte espalhada em exibições públicas e privadas em todo o mundo, é incrível ver como um artista consegue ir além da nossa imaginação, utilizando apenas uma faca de paleta! Não são todos que têm esse talento incomparável, por isso aprecie estas obras primas e compartilhe com seus amigos e familiares!

*

Arte surpreendente da faca de paleta de Leonid Afremov

*

OUTRAS 17 OBRAS:

http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=8497

*

Read Full Post »

Ir além…

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

A imagem pode conter: nuvem, céu, montanha, grama, atividades ao ar livre e natureza

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Nenhum texto alternativo automático disponível.

*

Read Full Post »

A imagem pode conter: comida

*

Salada de frutas gostosa

.INGREDIENTES
2 mamões papaia pequenos
1 laranja média
5 bananas
2 maçãs
5 morangos maduros
1 pêssego
10 grãos de uva (qualquer variedade)
1 caixa leite condensado
10 cubos de gelo
1/2 colher (sopa) canela em pó

.
MODO DE PREPARO
Pique todos os ingredientes, a laranja em pedaços menores que as outras frutas, depois ela solta o caldo e a salada não fica tão ácida
Coloque tudo em um prato fundo e adicione o leite condensado, a canela em pó e o gelo, mexa por alguns segundos e leve a geladeira por 30 minutos
Fica uma delícia.

*

A imagem pode conter: sobremesa e comida

*

Cuscuz de Tapioca Gourmet

Ingredientes:
500 gramas de tapioca granulada
1 litro e 100 ml de água *fervente
1 vidro de leite de coco (200 ml)
1 xícaras(chá) de açúcar refinado
100 gramas de coco em flocos (eu utilizei coco em fitas da Fres -Coco)

Finalização:
1 lata de leite condensado (395 gramas)
Frutas cristalizadas (50 gramas + ou -)
Cerejas em calda ao marrasquino ( 50 gramas + ou -)

Modo de Preparo:
Coloque a tapioca junto com o açúcar em uma travessa.
Ferva a água e jogue por cima dessa mistura. Misturar bem, até incorporar.
Quando começar a formar uma pasta acrescente metade do coco ralado (50 gramas), misture. Acrescente o leite de coco, misture bem.
Eu utilizei a forma de pudim a seguir, tampei com a própria tampa da forma. Deixei descansar até esfriar por completo.
Quando esfriar espalhe o restante do coco ralado por cima e sirva com leite condensado.
** A combinação das frutas cristalizadas com a cereja, deixou o sabor ainda mais marcante.
Ficou divino!

*

Receitas Tudo de Bom – Face

*

A imagem pode conter: fruta, sobremesa e comida

*

Manjar de Chocolate com Calda de Morango ou calda de chocolate

Ingredientes:
Manjar de chocolate
1 litro de leite
1 lata de leite condensado
1 xícara de chá de chocolate em pó
4 colheres de sopa de amido de milho
Calda de morango
2 caixas de morangos lavados e higienizados
1 xícara de chá de açúcar
Alguns morangos para decorar

Modo de Fazer:
Manjar de chocolate:
Misture em um copo um pouco de leite com o amido de milho para dissolver.
Em uma panela, coloque o leite, o leite condensado, o chocolate em pó e o amido dissolvido no leite.
Misture bem e leve ao fogo médio, mexendo até cozinhar e engrossar.
Retire do fogo e coloque em uma forma decorada para manjar em que você tenha pincelado um pouco de óleo e retirado todo o excesso com uma toalha de papel, até que fique apenas uma película de óleo quase imperceptível e leve a geladeira por no mínimo 4 horas.
Calda de morango:
Em uma panela, coloque as 2 caixas de morango e o açúcar, leve ao fogo baixo e após levantar fervura, ferva por 10 minutos.
Retire do fogo e deixe esfriar um pouco.
Quando amornar, bata toda a calda no liquidificador e depois passe por uma peneira e reserve.
Desenforme o manjar, regue com a calda de morango e corte pela metade aqueles morangos que você deixou reservados e decore o manjar com esses morangos.
Muito importante: Esta calda pode ser feita no dia anterior e depois é só regar o manjar. Nunca regue o manjar com a calda quente.
Observação: Esta calda é muito simples de fazer, mas se você quiser que ela se torne uma geleia de morango, basta que você deixe que ela seque mais um pouco no forno, aproximadamente de 5 a 10 minutos e não bata no liquidificador. Reserve um potinho e guarde a sua geleia caseira na geladeira para servir com torradas.
calda de chocolate
100 gr de chocolate meio amargo
50ml de crème de leite UHT
100 ml de leite
Frutas para guarnecer
Calda:
Leve o chocolate ao microondas por 30 segundos, mexa e se necessário leve por mais 20 segundos mexendo para desempelotar – cuidado para não aquecer demais.
Adicione então o crème de leite e por ultimo o leite, para formar a calda.
Deixe esfriar sem ser em geladeira para não ficar duro.
Sirva com frutas tipo morango, uva, etc. Delicioso!!

*

A imagem pode conter: sobremesa, comida e área interna

*

Mousse de morango escondido

Ingredientes:
1 caixa de morangos limpos (300g)
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
1 caixa de gelatina em pó sabor morango
1 xícara (chá) de água fervente

Modo de preparo:
Em um refratário médio, coloque os morangos e reserve. No liquidificador, bata o restante dos ingredientes e despeje cuidadosamente sobre os morangos. Leve à geladeira por 4 horas e sirva.

*

A imagem pode conter: sobremesa, bebida e comida

*

Mousse de Chocolate

.Ingredientes
3 ovos
200 g de chocolate meio amargo
2 colheres (sopa) de açúcar
1 lata de creme de leite

.Preparo
Bata as gemas até dobrarem de volume
Junte o açúcar e continue batendo
Derreta o chocolate e acrescente à gemada
Junte o creme de leite, batendo sempre
Por fim, acrescente as claras em neve (bem batidas mesmo), misturando rapidamente na batedeira
Leve à geladeira e sirva-se, deliciando o melhor mousse e mais simples de fazer!
Adicione, se quiser, licor de cacau para dar um gostinho suave (pode ser 3 ou 4 colheres de sopa)

*

A imagem pode conter: comida

*

Mousse de Abacate com Limão

.Ingredientes
1 abacate (manteiga)
1 lata de leite condensado
Gotas de limão
Limão para decorar

.Preparo
Coloque no liquidificador o abacate, o leite condensado e as gotas de limão e bata bem por uns 2 minutos
Quando já estiver bem batido colocar em um recipiente e decore com fatias de limão

*

A imagem pode conter: comida

*

Gelado de Abacaxi

.Ingredientes.
1 abacaxi grande picado.
5 xícaras (chá) de água.
1 xícara (chá) de açúcar.
2 caixinhas de gelatina sabor abacaxi.
1 lata de creme de leite.

.Modo de Preparo.
Numa panela coloque o abacaxi picado, a água e o açúcar, misture bem e leve ao fogo para ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns 25 minutos +ou-.
Desligue e acrescente as duas caixinhas de gelatina, misture bem para dissolver, deixe ficar morno . Acrescente o creme de leite, misture bem.
Coloque em uma tigela ou em taças individuais. Deixe esfriar e leve a geladeira, até que fique bem firme

*

AAAAAMOOOOOO!!!!! (Mary)

*

A imagem pode conter: bebida e comida

*

Mousse de Gelatina com Leite em Pó

Ingredientes
2 caixas de Gelatina do sabor que quiser (usei maracujá)
500ml de água fervendo
500ml de água gelada
200grs de leite em pó

.
Modo de fazer
Dissolva a gelatinha na água fervente e bata no liquidificador com a água gelada e o leite em pó, bata por 3 minutos e coloque nas tacinhas ou copinhos.
Leve pra gelar por 3hs.

*

A imagem pode conter: sobremesa e comida

*

Sobremesa de morango
.
Ingredientes
1 bolo pronto o sabor a sua escolha
Creme amarelo
4 gemas
1 lata de leite condensado
1 medida de leite (lata leite condensado)
1 colher de sopa bem cheia de maizena
Creme de claras
4 claras
4 colheres de sopa de açúcar
1 lata de creme de leite sem soro
Recheio
3 bandejas de morangos
Cobertura
2 barras de chocolate meio amargo
2 latas de creme de leite .Modo de Preparo
Creme amarelo
Levar ao fogo todos os ingredientes (diluir antes a maizena com o leite), mexendo bem e sempre, para não empelotar. Quando engrossar, retirar do fogo e colocar em um refratário.
Creme de claras
Bater as claras em neve. Acrescentar o açúcar e bater no final, misturar o creme de leite com uma colher. Espalhar sobre o creme amarelo já frio no refratário picar os morangos e espalhar sobre o creme de claras.
Cobertura
Derreter as barras de chocolate e após misturar o creme de leite. Espalhar sobre os morangos Decorar com morangos

*

A imagem pode conter: comida

*

Bolo pelado dois brigadeiros

Ingredientes:
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 xícara (chá) de chocolate em pó
2 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
1 e 1/3 de xícara (chá) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
4 ovos
1 e 1/2 xícara (chá) de leite
Margarina e farinha de trigo para untar
Brigadeiro de leite Ninho®:
1 lata de leite condensado
3/4 de xícara (chá) de leite em pó
1 colher (sopa) de manteiga
1 caixa de creme de leite (200g)
Brigadeiro trufado:
1 lata de leite condensado
100g de chocolate ao leite picado
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de manteiga
1 caixa de creme de leite (200g)
Cobertura:
250g de chocolate ao leite picado
1/2 caixa de creme de leite (100g)
Brigadeiros de leite Ninho® prontos para decorar
Creme de avelã tipo Nutella® para decorar

Modo de preparo:
Para a massa, junte todos os ingredientes secos em uma tigela, exceto o açúcar, misture e reserve. Na batedeira, bata a manteiga até obter um creme claro. Acrescente os ovos, um a um, sem parar de bater, até ficar um creme fofo. Adicione os ingredientes secos reservados, intercalando com o leite, e bata até ficar homogêneo. Despeje em 3 fôrmas redondas pequenas, untadas e enfarinhadas, e leve ao forno médio, preaquecido, por 40 minutos ou até assar e dourar. Espere esfriar e desenforme os bolos. Para o brigadeiro de leite Ninho®, leve todos os ingredientes ao fogo baixo, exceto o creme de leite, mexendo até desgrudar do fundo da panela. Retire do fogo, misture o creme de leite e deixe esfriar. Repita o mesmo procedimento com o brigadeiro trufado. Para a cobertura, derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas e misture o creme de leite até homogeneizar. Para a montagem, intercale uma camada de massa, de brigadeiro trufado, massa, brigadeiro de Ninho® e massa novamente. Decore a base do bolo com o brigadeiro branco, utilizando um saco de confeitar com o bico de sua preferência. Cubra com a ganache, deixando escorrer, e decore com brigadeiros de Ninho® por cima. Em cada brigadeiro, coloque um pingo de Nutella®. Embale para vender.

*

Read Full Post »

Resultado de imagem para professores

“Somos professores e recebemos palpites e julgamentos de todo mundo.
Do ministro da educação, do jornalista, do pai do aluno, das famílias. Aquela piadinha que eu tenho regalias, duas férias por ano, que eu ganho bem , que eu não deveria me aposentar…
E, a sensação é que estamos sós.
Queria mandar um “aguente firme” para os professores de verdade.
Pra você que dá aula em duas ou três escolas e almoça no caminho.
Pra você que não consegue almoçar e engole um salgado enquanto assina o ponto.
Pra você que fica acordado na madrugada baixando vídeo e música pra usar na aula.
Pra você que faz as cópias na sua impressora.
Pra você que compra o material da aula com grana do bolso.
Pra você que passa do horário pra ajudar no evento.
Pra você que passa o final de semana corrigindo.
Pra você que leva as atividades na viagem do final de semana.
Pra você que leva um lanchinho a mais na excursão, para o aluno que não tem condições.
Pra você que compra livros pra turma.
Pra você que vai trabalhar doente porque não quer deixar os alunos na mão aquele dia.
Pra você que não falta de jeito nenhum…
Pra você que vê o aluno se perdendo na quebrada e tenta salvar aquela alma.
Pra você que briga com a família até levarem o pequeno no médico.
Pra você que deixa seus problemas em casa, porque sabe que na escola tem abuso sexual e físico, fome, violência e doença pra mediar.
Pra você que já teve o carro roubado indo pro trabalho.
Pra você que já foi agredido fisicamente por alunos e familiares.
Pra você que é xingado enquanto dá aula.
Pra você que vê mais seus alunos que os seus filhos.
Pra você que mesmo passando por tudo isso, não desiste.
“Aguente firme” esse país que não te merece precisa MUITO de você.”

(Autor desconhecido)

*
Se você é professor tem orgulho de ser, copie a mensagem e divulgue!!

*

Resultado de imagem para professores NEGROS

*

Resultado de imagem para professores

*

Resultado de imagem

*

Resultado de imagem para professores

*

Resultado de imagem para professores

*

Resultado de imagem para professores NEGROS

*

Geógrafo e professor, Milton Santos foi um dos grandes nomes da renovação da geografia no Brasil e um dos mais respeitados intelectuais do país

*

Milton Almeida dos Santos

(Brotas de Macaúbas, 3 de maio de 1926São Paulo, 24 de junho de 2001) foi um geógrafo brasileiro. Graduado em Direito, Milton destacou-se por seus trabalhos em diversas áreas da geografia, em especial nos estudos de urbanização do Terceiro Mundo. Foi um dos grandes nomes da renovação da geografia no Brasil ocorrida na década de 1970. Também se destacou por seus trabalhos sobre a globalização nos anos 1990. A obra de Milton Santos caracterizou-se por apresentar um posicionamento crítico ao sistema capitalista, e seus pressupostos teóricos dominantes na geografia de seu tempo.

Milton Santos ganhou o prêmio Vautrin Lud, em 1994, o de maior prestígio na área da geografia. O prêmio é considerado o Nobel da geografia. Milton Santos foi o primeiro e é o único geógrafo da América Latina a ter ganhado o prêmio em questão. Agraciado postumamente em 2006 com o Prêmio Anísio Teixeira.

*

Exílio

Em 1964, logo após o golpe militar, Milton foi preso e enviado para o 19º BC, no Cabula, onde parte de sua equipe do laboratório e seus amigos iam diariamente visitá-lo. Em junho, na véspera de São João, devido a um inicio de derrame, foi levado ao hospital e depois solto. Nessa época, já recebera convites para trabalhar em universidades francesas mas estava impedido de deixar o país. Importantes personalidades locais, sobretudo o cônsul da França na Bahia, Raymond Van der Haegen, intervieram junto às autoridades militares locais para negociar sua saída do país, após ter cumprido meio ano de prisão domiciliar. Assim, em dezembro, deixou o Brasil, partindo para a França, a convite da Universidade de Toulouse-Le Mirail (atual Universidade Toulouse – Jean Jaurès). Mais tarde, pela mesma universidade, receberia o título de Doutor Honoris Causa, o primeiro dos 20 que recebeu ao longo de sua vida. Milton achou que ficaria fora do país por seis meses, mas acabou ficando 13 anos. 

De Toulouse, onde ficou por três anos, Milton Santos fixa-se em Bordeaux. Lá, entre os seus alunos, encontra Marie Hélène Tiercelin, que mais tarde viria a ser sua mulher, nos últimos quase trinta anos de sua vida e mãe de seu segundo filho, Rafael, nascido em 1977. De Bordeaux, onde fica durante um ano, segue para Paris, em 1968. Na capital francesa, leciona na Sorbonne e trabalha como diretor de pesquisas em planejamento urbano no Institut d’Étude du Développement Économique et Social (IEDES).

Permanece em Paris até 1971, quando se transfere para o Canadá, para trabalhar na Universidade de Toronto. Foi para os Estados Unidos, com um convite para ser pesquisador no Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde trabalha com Noam Chomsky. No MIT prepara sua grande obra, O Espaço Dividido. Dos EUA viaja para a Venezuela, onde atua como diretor de pesquisa sobre planejamento da urbanização do país para um programa da ONU. Neste país manteve contato com técnicos da Organização dos Estados Americanos, o que facilitou sua contratação pela Faculdade de Engenharia de Lima, onde foi contratado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) para elaborar um trabalho sobre pobreza urbana na América Latina.

Posteriormente, foi convidado para lecionar no University College London , mas o convite ficou apenas na tentativa, já que lhe impuseram dificuldades raciais. Regressa a Paris, mas é chamado de volta à Venezuela, onde leciona na Faculdade de Economia da Universidade Central. Segue, posteriormente para Tanzânia, onde organiza a pós-graduação em Geografia da Universidade de Dar es Salaam. Permanece por dois anos no país, quando recebe o primeiro convite de uma universidade brasileira – a Universidade de Campinas. Antes disso, regressa à Venezuela, passando antes pela Universidade de Colúmbia de Nova York.

Resultado de imagem para Marie Hélène Tiercelin

Retorno ao Brasil

No final de 1976, houve contatos para a contratação de Milton pela universidade brasileira, mas não havia segurança na área política, e o contato fracassou. Em 1977, Milton tenta inscrever-se na Universidade da Bahia, mas, por artimanhas político-administrativas, sua inscrição foi cancelada. Ao regressar da Universidade de Colúmbia iria para a Nigéria, mas recusou o convite para aceitar um posto como consultor de planejamento do estado de São Paulo e na Emplasa. Esse peregrinar custou-lhe muito, mas sua volta representou um enorme esforço de muitos geógrafos, destacando-se Armen Mamigonian, Maria do Carmo Galvão, Bertha Becker e Maria Adélia de Souza. Quanto ao seu regresso, Milton tinha um grande papel nas mudanças estruturais do ensino e da pesquisa em Geografia no Brasil.

Após seu regresso ao Brasil, lecionou na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) até 1983. Em 1984 foi contratado como professor titular pelo Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), onde permaneceu mesmo após sua aposentadoria. Também lecionou geografia na Universidade Católica de Salvador[carece de fontes].

Milton Santos morreu em São Paulo, no dia 24 de junho de 2001, aos 75 anos, em consequência de um câncer de próstata, diagnosticado cerca de sete anos antes.

*

https://pt.wikipedia.org/wiki/Milton_Santos

*

Espaço: abordagem inovadora

A obra de Milton Santos é inovadora e grandiosa ao abordar o conceito de espaço. De território onde todos se encontram, o espaço, com as novas tecnologias, adquiriu novas características para se tornar um “conjunto indissociável de sistemas de objetos e sistemas de ações”.

As velhas noções de centro e periferia já não se aplicam, pois o centro poderá estar situado a milhares de quilômetros de distância e a periferia poderá abranger o planeta inteiro. Daí a correlação entre espaço e globalização, que sempre foi perseguida pelos detentores do poder político e econômico, mas só se tornou possível com o progresso tecnológico. Para contrapor-se à realidade de um mundo movido por forças poderosas e cegas, impõe-se, para Santos, a força do lugar, que, por sua dimensão humana, anularia os efeitos perversos da globalização.

Estas ideias são expostas principalmente em sua obra A Natureza do espaço (Edusp, 2002).

No conceito de espaço, Milton Santos revela a noção de paisagem, onde sua forma está em objetos naturais correlacionados com objetos fabricados pelo homem. Santos aponta que espaço e paisagem não são conceitos dicotômicos, onde os processos de mudança social, econômico e político da sociedade resultam na transformação do espaço, que concatenado a paisagem se adaptam para as novas necessidades do homem naquele dado período. Milton Santos revela o conceito de paisagem como algo não estanque no espaço, e sim que a cada período histórico altera, renova e adapta para atender os novos paradigmas do modo de produção social.

São ideias apontadas na obra “Pensando o espaço do homem”

(São Paulo: Hucitec, 1982).

Resultado de imagem

Read Full Post »

Tartaruga albina se destaca entre os outros filhotes (Foto: José Medeiros/ Gcom-MT)

(Foto: José Medeiros/ Gcom-MT)

*

Uma tartaruga albina se destacou entre os mais de 100 filhotes nascidos nos últimos dias às margens no Rio das Mortes, em Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuiabá, por meio do projeto Quelônios do Araguaia. Ser diferente, nesse caso, não é bom, segundo o executor do projeto na região, Gaspar Saturnino Rocha, já que o filhote não consegue passar despercebido e se torna alvo fácil para os predadores.

Além de enfrentar dificuldades para se esconder dos predadores, a tartaruga albina ainda é menos resistente que as outras.

“Não vimos nenhuma delas na fase adulta na natureza”, pontuou Gaspar, que é técnico ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e trabalha no projeto de preservação desses animais.

*

Animal é mais frágil que os outros (Foto: José Medeiros/ Gcom-MT)

*

Outras tartarugas albinas já nasceram na região, mas isso é considerado raro. Gaspar Saturnino citou que certa vez uma equipe levou outra tartaruga albina para um cativeiro em Goiás. O animal recebeu tratamento diferenciado, longe dos predadores, e chegou à fase adulta.

“Na natureza é difícil ela sobreviver, principalmente durante o inverno. Em junho e julho, elas não resistem ao frio e acabam morrendo, pois são mais frágeis do que as outras”, pontuou o coordenador do projeto, que é realizado na Amazônia há mais de 30 anos e protege os ovos das tartarugas – desde o período de desova até o nascimento dos filhotes.

*

Projeto é desenvolvido no Rio das Mortes, em Ribeirão Cascalheira (Foto: José Medeiros/ Gcom-MT)

Quando a desova acontece muito perto da água, os técnicos retiram os ovos para evitar que sejam levados para dentro do rio e os depositam em covas, dificultando a localização por parte de predadores. Depois de 65 dias, período em que os filhotes começam a nascer, as covas são abertas e as tartarugas retiradas e soltas na natureza. São mais de 100 ovos em cada cova. Normalmente, são entre 97 e 148 ovos por ninho.

Em outros casos, a equipe do projeto cerca a área onde os ovos estão depositados e aguarda a eclosão natural.

Essa tartaruga albina e os outros filhotes vivem na Unidade de Conservação Estadual Refúgio de Vida Silvestre, em Ribeirão Cascalheira, criada pelo governo do estado. Além do técnico do Ibama, atuam no projeto um técnico da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e um técnico cedido pela prefeitura daquele município.

*

Áreas de desova são cercados para proteger os ovos de tartarugas (Foto: José Medeiros/ Gcom-MT)

Áreas de desova são cercadas para proteger os ovos de tartarugas

(Fotos: José Medeiros/ Gcom-MT)

*

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2017/01/tartaruga-albina-nasce-em-ninhada-de-mais-de-100-filhotes-no-araguaia.html

Read Full Post »

Partiu…

Resultado de imagem para Vida Alves

*

A também escritora de 88 anos morreu de falência múltipla dos órgãos nesta terça. Ela ficou conhecida por dar o primeiro beijo da TV brasileira e o primeiro beijo gay.

*

O corpo da atriz e escritora Vida Amélia Guedes Alves é velado no Cemitério do Araçá, no Centro de São Paulo, desde as 8h desta quarta-feira (4). A atriz, de 88 anos, pioneira da televisão brasileira, estava internada no hospital Sancta Maggiore desde 28 de dezembro e morreu de falência múltipla dos órgãos por volta das 22h desta terça-feira (3). O enterro está marcado para as 17h.

Vida Alves é a atriz que deu o primeiro beijo da TV brasileira, na década de 50, e o primeiro beijo gay, nos anos 60.

A cantora Tiê, neta da atriz, lembro da avó com muita emoção durante o velório. “Ela dizia: ‘você vai ser artista porque é isso que você gosta e eu não vou deixar você fazer direito”, disse Tiê. “Ela sempre me ensinou muitas coisas.”

“A Vida sempre demonstrando um talento muito grande e apaixonadíssima pela televisão”, disse Helle, irmã da atriz.

*

Resultado de imagem para Vida Alves

*

Com mais de 70 anos de carreira, ela começou trabalhando no rádio, passou para as telenovelas, contracenou com grandes nomes como Tarcísio Meira, Glória Menezes, Eva Wilma e Aracy Balabanian, fez carreira no cinema, apresentou programas na TV e escreveu novelas. Em 1995, ela criou junto com outros artistas a Associação dos Pioneiros Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira (Pró-TV), que busca preservar a memória da televisão brasileira.

Vida Alves nasceu em Itanhandu (MG), em 15 de abril de 1928, e é avó da cantora Tiê. Sua trajetória é contada na biografia “Vida Alves – Sem medo de viver”, de Nelson Natalino, lançada em 2013 pela editora Imprensa Oficial. A saúde da atriz se complicou há um ano, quando se submeteu a uma cirurgia, mas o problema de saúde persistiu.

*

Resultado de imagem para Vida Alves

*

Uma das filhas de Vida, Taís, falou ao jornal Hora 1 sobre o legado da mãe. “Vida foi uma inovadora, uma beijoqueira, e eu ainda brincava: ‘Vidinha, ainda bem que você não deu o segundo beijo [da história da TV], porque do segundo beijo ninguém fala. Ela foi a primeira beijoqueira”.

A cantora Tiê disse que Vida Alves ensinou muitas coisas (Foto: TV Globo/Divulgação)

Foto: Tiê

Tiê escreveu sobre a morte de sua avó em sua página oficial no Facebook: “Dona Vida Alves fez a passagem. Minha amiga, minha avó, minha parceira, minha musa beijoqueira. 88 anos de muita luz, amor, arte e vida. Vire estrela e descanse em paz. Te amo pra sempre e vou sentir saudades todos os dias”, escreveu a cantora.

A Pró-TV divulgou nota sobre a morte de Vida Alves, a quem chamou de “símbolo da televisão”. A atriz presidia a ONG até hoje. “Incansavelmente, ao lado dos colegas de profissão, lutou pela criação de oficial do Museu da Televisão Brasileira, que por 13 anos abrigou dentro de sua casa, e pela preservação da memória da radiodifusão”, diz a nota. “Nesse momento difícil, nos solidarizamos com a família de Vida Alves, com seus amigos e colegas da área, que ela sempre fez questão de representar”.

A atriz Vida Alves em foto de julho de 2010 no Museu da TV, do qual ela foi diretora, em São Paulo (Foto: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo/Arquivo)

*

Resultado de imagem para Vida Alves

Google Imagens

Read Full Post »

Cavalo da polícia, Invictor estava a serviço  (Foto: Simon Crowcroft /Twitter)

(Fotos: Simon Crowcroft /Twitter)

Britânico flagra cavalo 'embarcando' em ônibus em Londres (Foto: Simon Crowcroft /Twitter)

*

Simon Crowcroft, juiz de paz de St. Helier, escreveu na foto no Twitter: “Cavalo entrando em ônibus em Islington nesta manhã”.

Crowcroft disse à imprensa local que depois descobriu que se tratava de um cavalo da polícia, chamado Invictor, e que o policial montado estava no local para ajudar um passageiro que passou mal dentro do ônibus.

O homem foi socorrido e levado ao hospital.

*

http://g1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/britanico-flagra-cavalo-embarcando-em-onibus-em-londres.ghtml

*

Read Full Post »

Older Posts »