Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \31\+00:00 2015

***

Bom de Ver – Face

***

***

Renda: feita em crochê ou tricô… seja o que for… é lindo!

***

***

***

***

***

***

SAÍDA DE PRAIA… D+++!

***

***

***

***

Read Full Post »

Mis flores – Face

*

Read Full Post »

Um dos passeios em Campos do Jordão que não pode faltar no roteiro do viajante que ama a natureza é ir ao Horto Florestal.

***

***

*

Da amiga Regina Cezar – RJ – Face

***

Do Google Imagens

*

***

***

*

***

***

***

***

MORRO DO ELEFANTE – CAMPOS DO JORDÃO

***

Bairro Vila Capivari, centro turístico de Campos do Jordão, visto do Morro do Elefante

*** # *** # *** # ***

Read Full Post »

Todas as Imagens foram capturadas do Google

***

Bactérias modificadas conseguem denunciar câncer no xixi e viram arte.

Esta matéria é muuuito interessante e está integralmente no seguinte endereço: http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2015/03/1609481-bacterias-modificadas-conseguem-denunciar-cancer-no-xixi-e-fazer-arte.shtml

***

Bacteria Chirality (Quiralidade bacteriana)

***

Chiral Jam (Geléia Quiram)

 ***

Tepid Tip-Splitters (Tépidas Divisões nas Pontas)

***

Tip-Splitting Morphotype (Morfotipo dividido pela ponta)

*

Diffuse Salmonella (Salmonela difusa) – Prato de porcelana elaborado pelo

artista brasileiro VICK MUNIZ (o mesmo do fantástico Documentário Lixo Extraordinário!)

e pelo cientista Tal Danino

*

http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2015/03/1609481-bacterias-modificadas-conseguem-denunciar-cancer-no-xixi-e-fazer-arte.shtml

*

(Estas duas imagens finais não estão nítidas… precisei aumentá-las muuuito… só encontrei umas muuuito pequeninas. Desculpem, mas o trabalho do Vick é demais! Amo esse sujeito “nacional” que mora nos Estados Unidos, claro!)

Read Full Post »

Alegria! obrigada!

Enorme satisfação ao receber tantos internautas
num dia que não foi nada fácil!

Muito grata!
* Itália ………………. 1
* Japão …………….. 1
* Holanda ……………….. 1
* Portugal ……………….. 2
* Estados Unidos ……………. 2
* Turquia ………………….. 2
* Espanha ……………….. 2
* Brasil …………….. 46
Namastê, Gente… Namastê!


Mary

*

Gente… essa imagem é do Google,

não sou eu… mas expressa

minha alegria, meu sorriso!

*

Read Full Post »

Dengue vira tema de jogo de tabuleiro nas mãos de artesão campineiro

Ideia surgiu há dois meses e já possui conjunto de regras finalizado. Jogadores são agentes de saúde na brincadeira colaborativa gratuita.

Protótipo do jogo Todos Contra a Dengue criado pelo artesão em Campinas (Foto: Wagner Gerlach)

Protótipo do jogo “Todos Contra a Dengue!” com as ideias principais do tabuleiro

(Foto: Wagner Gerlach)

***

Colocar a Dengue em um Jogo, é uma boa forma de colocar à mesa, um assunto extremamente importante e com difícil solução”
Wagner Gerlach
*
A SOLUÇÃO 
é manter um corpo permanente de Agentes de Saúde
visitando e educando a população
em todos os cantos da cidade.
Não se pode “dormir no ponto!”
Conscientização… é a solução!
Enquanto as pessoas não entenderem que UM VÍRUS pode matar uma multidão…
continuarão displicentes por causa do mísero tamanho do mosquito da dengue.
Eu sempre digo: UM LEÃO é fácil de ver e – talvez – de escapar.
Do mosquito da dengue, ninguém está imune!
É minúsculo.
Sua fêmea precisa de sangue para procriar e paira sobre qualquer um de nós, sem dó e nem piedade!
Então…
CONSCIENTIZAÇÃO ATRAVÉS DOS AGENTES DE SAÚDE
ESPALHADOS PELAS CIDADES!!!
Simples…
Olho vivo constante, só isso!
A população precisa entender que em cada casa, em cada terreno, há a necessidade
de constante vigilância!
Simples, mesmo!
Mary
*

O avanço dos casos de dengue no estado de São Paulo motivou o artesão Wagner Gerlach, de 58 anos, a transformar o assunto de saúde pública em uma atividade lúdica e de conscientização. Integrante do Clube do Tabuleiro de Campinas (SP), ele trabalha para finalizar um jogo no qual os participantes simulam o combate de focos da doença em diversas cidades paulistas.

***

Colocar a Dengue em um Jogo, é uma boa forma de colocar à mesa, um assunto extremamente importante e com difícil solução”
Wagner Gerlach
***

Chamado “Todos Contra a Dengue”,

o jogo de tabuleiro, que tem regras finalizadas, será disponibilizado gratuitamente para impressão a partir de abril, segundo Gerlach.

“Possui uma certa complexidade, mas é por conta do tipo moderno que a maioria das pessoas não está acostumada a jogar”, avaliou o idealizador. Apesar disso, o artesão afirmou que a mecânica da brincadeira é simples.

Pensamento colaborativo
O criador do jogo explicou que o tema foi colocado de maneira ampla no tabuleiro e vencer a partida depende da estratégia e do pensamento colaborativo. Até meados de março, dez pessoas haviam participado de testes para avaliar a jogabilidade.

***

Ainda segundo o artesão, a idade recomendada para o jogo da dengue é

a partir de 8 anos e cada partida dura entre 1h e 1h30.

***

A ideia
Wagner conta que já criou outros jogos antes do “Todos Contra a Dengue!”, com temas e complexidade variados. A ideia surgiu do aumento no número de casos da doença na região de Campinas em 2015. É o segundo ano consecutivo que a cidade vive uma epidemia. Um das referências no desenvolvimento do jogo foi o “Pandemic”, por se tratar de combate à um vírus.

Epidemia
Com o pior primeiro bimestre desde 1998 em casos de dengue, com 4.186 confirmações, as próximas semanas são essenciais para saber qual o tamanho da epidemia da doença em Campinas (SP) em 2015, segundo o  médico epidemiologista André Ricardo Ribas Ribeiro.

Nos dois primeiros meses do ano passado foram 1.922 registros. No acumulado até o dia 26 de março, o município registrava 7.756 casos positivos. Já a Secretaria Estadual da Saúde contabilizou neste sábado (28) 8.963 pessoas infectadas.

Além de Campinas, estão enfrentando epidemias na região as cidades de Elias Fausto (SP), Itapira (SP), Mogi Guaçu (SP), Lindóia (SP), Sumaré (SP), Amparo (SP), Artur Nogueira (SP), Iracemápolis (SP), Ipeúna (SP), Estiva Gerbi (SP) e Jaguariúna (SP).

***

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2015/03/dengue-vira-tema-de-jogo-de-tabuleiro-nas-maos-de-artesao-campineiro.html?fb_ref=Default

***

Aedes Aegypti – Mosquito da Dengue
Conheça o mosquito da dengue, características físicas, classificação, transmissão da dengue e da febre amarela urbana, alimentação, reprodução, as larvas do mosquito

Mosquito da Dengue: transmissor da dengue e da febre amarela urbana

*

CICLO DO MOSQUITO DA DENGUE

***

*

*

*

É SEU SANGUE QUE VAI ALIMENTAR OS OVOS DO MOSQUITO!

ELES PODEM ECLODIR EM ATÉ

DOIS ANOS!!!!!

QUANDO EM CONTATO COM ÁGUA!

*

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA:

Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Diptera
Subordem: Nematocera
Família: Culicidae
Subfamília: Culicinae
Gênero: Aedes
Subgênero: Stegomyia
Espécie: Ae. aegypti

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

– O Aedes Aegypti é um mosquito que transmite duas doenças perigosas: dengue e febre amarela urbana.

– Estes insetos são típicos de regiões urbanas de clima tropical e subtropical (com presença de calor e chuvas) Não conseguem viver em regiões frias.

– É de tamanho pequeno, possuindo, em média, 0,5 cm de comprimento.

– Possui cor preta com manchas (riscos) brancos no dorso, pernas e cabeça.

– O ruído deste mosquito é muito baixo, sendo que o ser humano não consegue ouvir.

– O mosquito macho alimenta-se de frutas ou outros vegetais adocicados. Porém, a fêmea alimenta-se de sangue animal (principalmente humano). No momento que está retirando o sangue, a fêmea contaminada transmite o vírus da dengue para o ser humano. Na picada, ela aplica uma substância anestésica, fazendo com que não haja dor na picada.

– As fêmeas costumam picar o ser humano na parte do começo da manhã ou no final da tarde. Picam nas regiões dos pés, tornozelos e pernas. Isto ocorre, pois costumam voar a uma altura máxima de meio metro do solo.

– A fêmea deposita seus ovos em locais com água parada (limpa ou pouco poluída). Por isso, é importante não deixar objetos com água parada dentro de casa ou no quintal. Sem este ambiente favorável, o aedes aegypti não consegue se reproduzir.

– As larvas são brancas quando nascem, mas tornam-se negras depois de algumas horas.

– Pode ser encontrado em várias regiões da África e América do Sul, inclusive no Brasil. Em nosso país, tem transmitido a dengue a uma grande quantidade de pessoas. A dengue, se não tratada corretamente, pode levar o indivíduo a morte.

****
NUNCA VI, MAS… DIZ QUE TEM REGISTRO NA “ANVISA”… ENTÃO…
PULSEIRA DE CITRONELA
(Google Imagens)
*
***
*
ARMADILHA PARA O MOSQUITO DA DENGUE
*
***
Aprenda como construir uma armadilha para ajudar a impedir a proliferação do mosquito da dengue em sua casa e ainda reciclar garrafas Pet.
***

Com menos de um real, pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro criam armadilha para eliminar o mosquito da dengue

Texto Gustavo Laredo
Ilustração Francisco da Costa

Uma garrafa PET, quem diria, esta ajudando a combater o mosquito da dengue. Alguém pode até achar absurda a afirmação, uma vez que esse tipo de embalagem pode acumular água e servir de criadouro para o inseto. Mas não é esse o pensamento do professor Maulori Cabral e de outros pesquisadores do Instituto de Microbiologia da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Baseados em uma mosquitoeira, um invento criado e patenteado pelos pesquisadores Antonio Gonçalves Pereira e Hermano Cezar Jango, eles fizeram a mosquitérica, ou seja, um modelo de mosquitoeira que custa menos de um real e é fácil de fazer. Segundo Cabral, o nome surgiu na mesma época em que os medicamentos genéricos começavam a se popularizar no país. A idéia do invento é detectar se há focos do Aedes aegypit nos arredores onde a armadilha é colocada. O funcionamento é muito simples. As fêmeas do mosquito são atraídas para a armadilha por causa da evaporação da água contida na garrafa. Elas depositam os ovos em locais secos. Ao reabastecer a mosquitérica com água, os ovos são encharcados e eclodem. No fundo do copo há alimento para que os filhotes se alimentem e cresçam. No entanto, ao chegar à forma adulta, os insetos não conseguem passar pela barreira feita com o microtule preso na boca da garrafa e acabam morrendo.

“O mosquito não deposita o ovo em água limpa”, orienta Cabral. Por isso, é necessário colocar matéria orgânica, que pode ser qualquer grão triturado: de alpiste, por exemplo, arroz ou até mesmo ração para gato. Maulori faz apenas uma ressalva: “As rações para cachorro não servem porque têm gordura. Esta substância fica na superfície da água e não permite que as larvas do mosquito respirem”.

A armadilha deve ser colocada em locais sombreados porque os mosquitos da dengue não suportam a luz. E para ver se a mosquitérica realmente capturou insetos da espécie, basta colocá-la em locais bastante iluminados. As larvas fogem e tentam se proteger no escuro. Segundo Cabral, ao contrário do fumacê habitual usado no combate, a mosquitérica atua durante todo o ciclo de desenvolvimento do mosquito da dengue, matando desde seu estágio larval até a fase adulta.

O invento da UFRJ não é uma unanimidade. Alguns pesquisadores questionam a capacidade do microtule de realmente barrar os insetos e também a necessidade de fazer uma vigilância constante na armadilha para verificar o nível de água.

De acordo com o Ministério da Saúde, por ser uma doença predominantemente urbana, não há dados oficiais de casos registrados na zona rural. Entretanto, os produtores devem fazer sua parte e eliminar todos os possíveis criadouros. A acumulação de água em latas, garrafas, pneus, caixas-d’água, vasos de planta e cisternas, por exemplo, é um meio de proliferar a doença.

Os sintomas mais freqüentes da dengue são febre, dores musculares, mal-estar, falta de disposição, dor de cabeça e náuseas. O aparecimento de manchas vermelhas pela pele, sangramentos no nariz ou gengivas, dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar sinal de dengue hemorrágica. Sempre procure orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas.

FONTE: http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1682606-4528,00.html

***

Read Full Post »

Obrigada!

Agradeço, de coração, as visitas:
* Turquia ……………. 1
* Estados Unidos …….. 1
* Itália ……………. 1
* França …………….. 1
* México ………….. 1
* Portugal ……….. 2
* Brasil ……………. 42
Namastê, gente querida!


Mary

Read Full Post »

Read Full Post »

Gostei…

Unha Arco Íris

Unhas de arco-íris: veja como fazer - Dicas - Beleza GNT

Um passo a passo de unha para fechar o dia com chave de ouro! E isso porque é final de semana e a gente está mesmo é querendo novidades! Chega do mesmo, chega das cores lisas, chega do óbvio! Vamos inovar e dessa vez com a ajuda de um passo a passo bacaninha que ensina a fazer uma unha com efeito de arco íris! Confesso que eu já tinha visto um efeito parecido, nas unhas “Algodão Doce” por exemplo, mas a técnica mostrada aqui é bem diferente e por isso ganhou um espaço! Além de aprender a fazer a tal unha arco íris, você vai sair desse post com um técnica que pode melhorar o seu degradê e ainda ser explorada em novas cores! Adorei a ideia e vou fazer assim que tirar o esmalte que já está na unha!

Para esse passo a passo você vai precisar de uma esponja, igual a que você já usa para fazer aquele degradê básico. Um papel laminado, também conhecido como papel alumínio. E 4 cores de esmalte, além de instrumentos como lixa, palito, algodão, acetona, alicate, etc. Não tem muito segredo, só é preciso prestar atenção na ordem e ser criteriosa com a cobertura total da unha para não ficar com um acabamento ruim! 

Na foto do passo a passo foram utilizadas as cores: Rosa pink, amarelo, azul e roxo, mas você pode utilizar as cores que você tem em casa sem problemas! O importante é que sejam cores mais clarinhas para dar o efeito do arco íris. Por cima para finalizar o efeito, a modelo utilizou uma base com gliter colorido que ajudou a deixar a unha com um ar meio mágico! Bem ursinhos carinhosos mesmo, né meninas! Eu adorei, e vocês? Em uma primeira análise não achei difícil de fazer, e na minha opinião o gliter ajudou muito a disfarçar as falhas deixadas pelo papel alumínio.

*

http://showdedicas.net/?p=897

Read Full Post »

Assim… delícia!

Faço e como 2 pratões cheios… rsrs… Huuuuum!!!

***

O perigo dos realçadores de sabor

O glutamato monossódico é um realçador de sabor presente nas sopas de saquinho. Além de aumentar a pressão arterial por conter grandes quantidades de sódio, a substância pode trazer outros problemas à saúde. “Estudos mostram que ele pode piorar disfunções de aprendizado, além de favorecer o Mal de Alzheimer e Mal de Parkinson”, conta o nutricionista Israel. Outras pesquisas afirmam que a substância pode gerar dependência, uma vez que se assemelha a neurotransmissores e estimula receptores específicos da língua humana.

*

Sopa instantânea é uma bomba de sódio e pobre em nutrientes

O pacotinho industrializado prejudica o funcionamento dos rins e do coração

POR MANUELA PAGAN – ATUALIZADO EM 24/07/2013

***

A tentação é grande. Em vez de preparar uma sopa com verdura, legumes e temperinhos naturais é mais fácil apostar na sopa do pacotinho que fica pronta em poucos minutos. Mas quem faz essa opção deve saber dos danos que a alternativa pode trazer à saúde. “O maior perigo do consumo da sopa instantânea é a presença excessiva de sódio, que pode dificultar o funcionamento de órgãos como coração e rins, fundamentais para a adequada circulação do sangue”, explica o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia. Mas esse é só o primeiro item de uma lista de perigos. Veja abaixo quais são os outros prejuízos para a saúde e para a dieta:

Aditivos nada saudáveis

Apesar da regulamentação feita pela ANVISA, ainda é difícil encontrar algum fabricante que especifique as quantidades de conservantes, corantes e aromatizadores presentes em seu produto, tornando assim, impossível afirmar se ele é saudável ou não. “Apesar dos estudos darem certa tranquilidade quanto ao consumo destes aditivos químicos, comumente utilizados nos alimentos industrializados, nenhum deles é conclusivo e comprova que tais substâncias não têm efeito cumulativo”, conta o nutricionista Israel.

*

Falso amigo da dieta

70, 80, 90, no máximo 100 calorias. A baixa quantidade de calorias dá a falsa ideia de que as sopas industrializadas têm tudo a ver com a sua dieta e serão suas aliadas na hora de eliminar os quilinhos. “O consumo desse alimento em excesso, por ser rico em sódio, além de desencadear a sede – que nem sempre é saciada com água, mas com refrigerantes, que contêm mais sódio – pode gerar dificuldade em eliminar os líquidos e inchaço”, explica Roberto Navarro.

*

Muita gordura no pacotinho

As gorduras totais do produto somam 2,5 gramas em embalagens de 20 gramas. Substituir, com frequência, uma refeição por sopas desse tipo pode favorecer o aumento do triglicérides. “Essas sopas industrializadas geralmente possuem gordura trans na composição”, explica o nutrólogo Roberto Navarro. Apesar desse não ser o principal problema dessas sopas, ele merece atenção. “Apesar de existirem algumas sopas sem gordura na composição, elas continuam pobres em nutrientes e nutricionalmente não recomendadas”, completa o nutrólogo.

*

*

Sabor duvidável

Sopa de legumes, caldo de feijão, creme de mandioquinha com carne… Com um processo de industrialização tão intenso fica difícil sentir o sabor dos ingredientes da sopa, até porque há mais química e sódio que matéria-prima nesses produtos. Uma sopa caseira pode ser feita com os ingredientes e temperos que você mais gosta, permitindo a degustação de cada um deles. Além de mais saudável, fica mais gostosa.

*

São pobres em nutrientes

O nutricionista Israel Adolfo conta que os nutrientes – desidratados ou liofilizados – presentes nas sopas correspondem a uma parcela tão pequena da composição desses industrializados que não fazem diferença em valor nutricional. “A maior parte do alimento é formada por amido ou fécula”, conta o especialista. “Geralmente são adicionados alguns minerais e vitaminas, mas mesmo assim, em comparação com a sopa caseira ou mesmo com os ingredientes dela, o valor nutricional continua baixo.”

*

FONTEhttp://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/15385-sopa-instantanea-e-uma-bomba-de-sodio-e-pobre-em-nutrientes/2

*

O QUE DIZ A 

PROPAGANDA

QUE QUER “VENDER” O PRODUTO COMO “BOM PARA A SAÚDE!”

O que é Glutamato Monossódico:
Glutamato Monossódico (MSG) é o sal presente em todas as proteínas animais e vegetais. É muito utilizado na indústria alimentícia, e cria um sabor suave, rico e encorpado e pode ser adicionado em carnes, peixes, frangos, vegetais e frutos do mar, sendo que em muitos países é usado como tempero de mesa.

Em alguns alimentos, o glutamato monossódico pode até ajudar a reduzir o conteúdo de sódio sem comprometer o gosto dos alimentos, uma vez que contém apenas um terço da quantidade de sódio em comparação ao sal de cozinha. O MSG é produzido através de processos fermentativos dglutamato monossódicoe matérias primas de origem natural como o melaço da cana de açúcar, açúcar de beterraba ou do amido obtido da tapioca ou em cereais.

*

*

O marketing sempre doura a pílula!

Nunca aparece na hora de pagar a conta!

Quando a saúde da pessoa está debilitada, quando ela precisa de remédios e intervenções…

jamais aparece alguém do marketing dizendo: ” – desculpe… me enganei… enganei você, trouxa!”

Não é verdade?

Tão farta dessas coisas… tão cansada de ver o Ser Humano vilipendiado…

tão cheia… tão sem fé na humanidade…

Mary

*

ESSAS… SÃO SAÚDE!

*

*

*

*

*

SERÁ QUE DÁ PRA ENTENDER?

Glutamato monossódico (GMS): o sabor que mata!

Nutricionista Raquel Castro

*

Google – as melhores imagens da Internet!

*

SERVIDO? SERVIDA?

A sopa “pedaçuda” que faço e adooooro!!!

Mary

***

Read Full Post »

Older Posts »