Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 16 de outubro de 2012

*

LEMBRETINHO…

Read Full Post »

”A vida não é um meio para um fim, a vida é aqui e agora. Vivê-la. Vivê-la totalmente, vivê-la conscientemente,

vivê-la com alegria – e você a terá cumprido.

Vivenciar, viver totalmente,  por isso, quando a morte chega e bate em sua porta você está pronto –

pronto como um fruto maduro para cair.

A vida é insegurança. Cada momento é um movimento em insegurança mais e mais.

É uma aposta. Nunca se sabe o que vai acontecer.

E é lindo que nunca se sabe. Se fosse previsível a vida, não valeria a pena viver.

Se tudo fosse como você gostaria que fosse, e estivesse tudo certo,

você não seria um homem em tudo, você seria uma máquina.

Só para máquinas é tudo seguro e certo.”

(O Bosque de Berkana – Face)

Read Full Post »

*

”Os ideais que iluminam o meu caminho são

a bondade, a beleza e a verdade.”

Albert Einstein Conferência de Física realizada em 1927, na Bélgica.

*

Read Full Post »

(O Bosque de Berkana – Face)

*

Read Full Post »

I love you!!!

Read Full Post »

Tico e Teco… rsrsrs

Read Full Post »

*

Visitei em PORTO ALEGRE – RS – BRASIL

a CASA DE CULTURA  MÁRIO QUINTANA… bela… muito linda mesmo!

Há jardins bem cuidados no 5o. andar…

Visite também!!!

Mário Quintana não se casou nem teve filhos.

Solitário, viveu grande parte da vida em hotéis: de 1968 a 1980, residiu no Hotel Majestic, no centro histórico de Porto Alegre, de onde foi despejado quando o jornal Correio do Povo encerrou temporariamente suas atividades, por problemas financeiros
e Quintana, sem salário, deixou de pagar o aluguel do quarto.

Na ocasião, o comentarista esportivo e ex-jogador da seleção Paulo Roberto Falcão cedeu a ele um dos quartos do Hotel Royal, de sua propriedade. A uma amiga que achou pequeno o quarto, Quintana disse:
“Eu moro em mim mesmo. Não faz mal que o quarto seja pequeno. É bom, assim tenho menos lugares para perder as minhas coisas”.

**** Capacidade é isso! ****

*

Em 1982, o prédio do Hotel Majestic, que fora considerado um marco arquitetônico de Porto Alegre, foi tombado. Em 1983, atendendo a pedidos dos fãs gaúchos do poeta, o governo estadual do Rio Grande do Sul adquiriu o imóvel e transformou-o em centro cultural,

batizado como Casa de Cultura Mario Quintana. O quarto do poeta foi reconstruído em uma de suas salas, sob orientação da sobrinha-neta Elena Quintana, que foi secretária dele de 1979 a 1994, quando ele faleceu.

Segundo Mário, em entrevista dada a Edla Van Steen em 1979, seu nome foi registrado sem acento. Assim ele o usou por toda a vida. 

Faleceu em 1994 em Porto Alegre. Encontra-se sepultado no Cemitério São Miguel e Almas em Porto Alegre. Em 2006, no centenário de seu nascimento, várias comemorações foram realizadas no estado do Rio Grande do Sul em sua homenagem.

***

Read Full Post »

Older Posts »