Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 16 de agosto de 2012

(youtube)

Read Full Post »

(Hierophant)

A experiência humana é integrada. A ansiedade, que é um fenômeno emocional, se manifesta também nos níveis corporal e cognitivo.

No plano cognitivo ela aparece como preocupações, catastrofizações, antecipação de perigos, etc.

No plano corporal se expressa em tensões musculares, taquicardia, respiração curta, pelos eriçados, etc.

No plano emocional a ansiedade é vivida como estados de apreensão, medo e aflição, por exemplo.

A experiência clínica mostra que um bom caminho para regular a ansiedade – uma emoção – está em mudar os outros dois níveis, o corpo e as cognições.

Para isto, há técnicas através das quais podemos modular os estados corporais e há técnicas pelas quais podemos transformar o funcionamento cognitivo.

Por exemplo, se regularmos a tensão do corpo, a ansiedade diminui e a mente fica mais serena.

Se mudamos as cognições e olhamos as coisas de uma perspectiva mais objetiva, a ansiedade diminui e o corpo desacelera.

Toda emoção, regulada ou des-regulada, ocorre também nos níveis corporal e mental. Mudando um, mudamos os outros dois.

Na psicoterapia dos transtornos ansiosos, geralmente vamos trabalhar por dois caminhos principais:

1 modular o corpo e assim regular a emoção (ansiedade) e a mente

2 reestruturar os pensamentos distorcidos e assim regular a emoção (ansiedade) e o corpo

Podemos caminhar tanto pela via corporal como pela via cognitiva. Para isto há técnicas específicas utilizadas em psicoterapia.

Para regular o corpo há técnicas importantes de psicoterapia corporal, como controle respiratório, auto-gerenciamento do tônus muscular, relaxamento, exposição interoceptiva, etc

Para regular as cognições há técnicas como desenvolver um eu observador, identificar os pensamentos automáticos, reestruturar as crenças, etc

Algumas pessoas podem preferir uma ou outra destas vias de entrada, mas numa situação ideal, trabalhamos pelas duas vias.

Alguns transtornos reagem melhor a um enfoque inicial mais cognitivo como no Transtorno de Ansiedade Generalizada e no Transtorno Obsessivo Compulsivo. Outros reagem melhor a um enfoque inicial mais corporal como no Transtorno do Pânico, nas Fobias e no Estresse Pós Traumático. No Transtorno do Pânico, por exemplo, as técnicas de controle respiratório, gerencimento do tônus muscular e exposição interoceptiva são clássicas.

Enfoque maior não significa exclusivo, pois a efetividade depende de um trabalho integrado.

[Artur Scarpato]

*

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS

Segundo a psicóloga americana Louise L. Hay todas as doenças são criadas por nós.
Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no organismo.
Todas as doenças tem origem em um estado de nao-perdão , diz a psicóloga..
Sempre que estamos doentes nescessitamos descobrir a quem devemos perdoar.
Significa que precisamos perdoar mais.
Pensar, tristezas, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão.
Perdoar dissolve o ressentimento.

A seguir  uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicologa:

DOENÇAS

CAUSAS

Amigdalite (garganta inflamada)

Emoções reprimidas, criatividade sufocada, sapos engolidos

Anorexia

Ódio ao extremo de si memo, culpa por não ser perfeito

Apendicite

Medo da vida, bloqueio do fluxo do que é bom.

Arterosclerose

Resistência, recusa de ver o bem

Artrite

Critica mantida por longo tempo

Asma

Sentimento contido, choro reprimido

Bronquite

Ambiente familiar inflamado, gritos , discuções

Cancer

Mágoa profunda, tristeza mantida por muito tempo

Colesterol

Medo de aceitar a alegria

Derrame

Resistência. Rejeição a vida

Diabetes

Tristeza profunda

Diarréia

Medo, rejeição, fuga

Dor de cabeça

Autocritica, falta de valorização

Dor nos joelhos

Medo de recomeçar, medo de seguir em frente, orgulho, ego

Enxaqueca

Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista

Frigidez

Medo, negação do prazer

Gastrite

Incerteza profunda, sensação de condenação, medos

Hemorroidas

Medo de prazos determinados, raiva do passado

Hepatite

Raiva, ódio. Resistência a mudanças

Insônia

Medo, culpa, ansiedade

Labirintite

Medo de não estar no controle, desarmonia

Meningite

Tumulto interior, falta de apoio

Nódulos

Ressentimento, frustração. Ego ferido

Pele (acne)

Não aceitação de si mesmo. Não perdoa a si mesmo

Pneomonia

Cansaço da vida, excesso de cobranças, sentir sobrecarregado

Pressão alta

Problema pessoal duradouro não resolvido

Pressão baixa

Falta de motivação e integração

Prisão de ventre

Preso ao passado, medo do futuro, apego

Pulmões

Medo de absorver a vida

Resfriados

Confusão mental, desordem, mágoas, intereferencias externas

Reumatismo

Sentir-se vítima, amargura

Rinite alérgica

Congestão emocional, resistencia a vida, crença em perseguição

Rins

Medo de crítica, do fracasso, desapontamento

Sinusite

Irritação com pessoas próximas e com a vida

Tireóide

Sentir-se humilhado, desistencia da vida

Tumores

Alimentar-se de mágoas, acumular nervoso

Úlcera

Medo de não ser bom o bastante

Varizes

Desencorajamento, falta acreditar na liberdade da vida

Curioso não?

Vamos tomar cuidado com nossos sentimentos,

principalmente aqueles que escondemos de nós mesmos…

Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da alma.

*

(Recebi da amiga de Reiki, Luisa. Repasso aqui para que sirva a todos que chegarem até esta página. Este Bloguinho é feito com

carinho e gratidão, para que todos possam se alegrar, aprender, se divertir, ver imagens bonitas. Obrigada!)

Read Full Post »

*

*

(Hierophant)

*

*

“Livro”

vem do verbo livrar, tendo como o principal objetivo livrar- te da ignorância.

[P.B.Filipini]

Read Full Post »

Read Full Post »

Iguanas azuis…

Uma iguana azul aparece trocando de pele em um parque botânico das Ilhas Cayman, nas Antilhas.

O animal recebeu o apelido de ‘mordedor’ (‘biter’, na tradução do inglês).

(Foto: David McFadden/AP)

*

Cerca de 700 iguanas azuis andam livres pelo parque botânico Rainha Elizabeth 2ª, nas Ilhas Cayman. A área leste da ilha, considerada de proteção ambiental, é o único lugar do mundo onde os animais podem ser encontrados em estado selvagem.

A espécie corre risco de extinção.

(Foto: David McFadden/Will Burrard-Lucas/AP)

*

Read Full Post »

*

Adeus, Altamiro!

O céu ficará mais alegre com sua flauta transversal!

Saudade…

*

*

Altamiro Aquino Carrilho (Santo Antônio de Pádua, 21 de dezembro de 1924Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2012)foi um músico, compositor e flautista brasileiro.  Altamiro gravou mais de cem discos, compôs cerca de duzentas canções, tendo se apresentado em mais de quarenta países difundindo o Choro brasileiro.  É o flautista com maior número de gravações registradas na história do disco no Brasil,  além de ser considerado por críticos e especialistas da área, como um dos maiores flautistas da história do instrumento.

*

2010: Consagrado no Brasil inteiro, Altamiro Carrilho, 85 anos, é considerado uma lenda viva do choro, tendo se apresentado em mais de 48 países. O flautista e compositor lançou mais de 112 discos e compôs cerca de 200 músicas. Em 2009 e 2010, comemorou 68 anos de carreira com o lançamento de três discos, quatro DVDs e um longa-metragem.
*

Read Full Post »